Variante de entre-eixos mais curto ainda não tem data prevista para chegar às lojas

Apesar de apresentado ao público desde o final do ano passado, o Land Rover Defender de nova geração ainda não começou a ser vendido em todos os mercados onde a marca atua. Nos Estados Unidos, por exemplo, a chegada às lojas variante 90 - com apenas duas portas e entre-eixos mais curto - atrasou em virtude da pandemia e ainda não tem sequer data prevista para acontecer.

Em comunicado no próprio site, a empresa confirma o atraso e explica que tem enfrentado problemas nas linhas de produção. "A produção do Defender 90 atraso e a entrega aos primeiros clientes foi prejudicada por conta de restrições na cadeia de suprimentos decorrentes da pandemia. Entre em contato com o revendedor local para fazer um pedido do Defender 90 e confirmar os novos prazo das entrega", diz a nota.

Galeria: Land Rover Defender 90 2020

Por lá, o utilitário é oferecido na versão First Edition, sempre equipado com motor 3.0 híbrido de 6 cilindros com 400 cv 56,1 kgfm de torque. O conjunto é o mesmo do modelo 110, de quatro portas e entre-eixos longo, que já é oferecido localmente. O preço sugerido é de US$ 65.100, cerca de R$ 337.227 numa conversão direta. Posteriormente serão lançadas versões mais baratas, como as variantes S, SE, HSE e X que o 110 já oferece.

No Brasil, o Defender de nova geração foi lançado há poucas semanas. A gama é composta pelos acabamentos S, SE e HSE, todos equipados com o mesmo motor 2.0 turbo a gasolina de 300 cv e 40,8 kgfm de torque. O câmbio é automático de 8 marchas, associado ao sistema de tração integral Terrain Response. Apenas a carroceria 110 está disponível aqui por enquanto, com preços entre R$ 400.750 e R$ 461.150.

Fotos: Divulgação