Marca divulga foto da picape saindo da linha de montagem, em pré-série. Lançamento no Brasil é esperado para 2021

A Renault acelerou os trabalhos para conseguir lançar a picape Alaskan ainda neste ano. Pouco após confirmar que ela seria feita na Argentina, a marca agora mostra fotos da primeira unidade pré-série completada na linha de montagem em Santa Isabel. Ela será lançada no país vizinho no final do ano, abastecendo apenas o mercado interno neste ano. No início de 2021 será a vez de outros países da América Latina, incluindo o Brasil.

“Viemos com força. Para todos os fãs que estão acompanhando nosso projeto mais recente com interesse, compartilho a foto da primeira unidade completa da Alaskan, que saiu hoje de nossa linha de produção em Santa Isabel. Ansioso para poder dirigi-la”, disse Pablo Sibilla, presidente da Renault Argentina.

Galeria: Renault Alaskan - Produção pré-série na Argentina

A primeira unidade é de pré-série, feita para ajustar os processos de produção da fábrica e realizar os testes de estrada. Ou seja, ela ainda não será fabricada em série agora, o que faz sentido, já que o lançamento na Argentina está previsto para o final do ano. Até o momento, a Renault estava testando unidades feitas no México (onde ela é produzida, mas não é vendida). Uma delas inclusive está no Brasil, como Motor1.com mostrou em primeira mão.

Quando começar a ser feita no nosso vizinho, a Renault Alaskan irá compartilhar a maioria de suas peças com a Nissan Frontier – da qual o modelo francês é baseado. Até as motores serão iguais ao veículo da Nissan, com o 2.3 turbodiesel, nas versões de 160 cv (monoturbo), e 190 cv (biturbo). As opções de transmissão deve ser a manual de 6 marchas e automática de 7 posições e, dependendo da versão, com tração 4x2 ou 4x4. Nada de variante flex, pois o alto custo de desenvolvimento para vender pouco fez com que a Nissan descartasse adaptar o motor para o Brasil. E, se não tem na Frontier, não terá na Alaskan.

Renault Alaskan 2019
Renault Alaskan - Europa

Sibilla disse, durante a confirmação de que a Alaskan seria feita na Argentina, que o plano inicial é abastecer somente o mercado local, aproveitando a força da marca no país para conseguir um resultado melhor do que a Frontier. Só que o executivo disse que iria fornecer a picape para outros países que pedissem. Consultada por Motor1.com, a Renault desconversa, dizendo que não confirma o lançamento, mas que também não descartou a picape para o nosso mercado. Se vier, espere por uma estreia no 1º trimestre de 2021.

Fotos: Pablo Sibilla (Renault) e Argentina Autoblog