Marca pede registro do desenho da nova dianteira da picape

Após registrar o novo desenho frontal do utilitário SW4, chegou a vez da Toyota Hilux 2021 aparecer no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A fabricante pediu proteção do design da picape média, nas duas versões oferecidas na Ásia, cada uma com uma frente exclusiva, indicando que a empresa pode usar os dois desenhos no país. O lançamento está previsto para o último trimestre do ano, com produção na Argentina.

A Toyota Hilux é vendida na Ásia com o nome Hilux Revo, usando o design global da picape média, que veremos nas versões convencionais por aqui. Na reestilização, ela ficou com uma grade hexagonal bem larga, faróis de neblina redondos com uma área em “L” e um para-choque redesenhado para ter uma entrada de ar extra nas laterais da placa. Os faróis agora trazem LEDs com projetor nas versões mais caras.

Galeria: Toyota Hilux 2021 - Registro no Brasil

Já a outra versão é chamada Rocco e ela traz um visual diferenciado, que destaca a robustez da picape. O desenho registrado lembra muito esta variante, com uma grade menor e um para-choque mais simples. Os faróis de neblina continuam redondos, mas o seu acabamento lateral é quadrangular. Não chega a ser exatamente como a Rocco, já que ela é mais refinada, mas é um design que lembra muito ela. É o suficiente para deixar a picape bem diferente, ainda que reconhecível como uma Hilux.

No caso do Brasil, a Toyota registrou os dois desenhos. O design da versão Revo será usado pela maioria das versões, enquanto o Rocco pode aparecer como uma variante especial ou até para as configurações mais caras, para realçar o design. Como a fabricante não trabalha com opcionais, este visual não deverá ser um pacote separado.

Toyota Hilux Revo 2021 - Registro no Brasil
Nova Toyota Hilux 2021
Toyota Hilux Rocco 2021 - Registro no Brasil
Nova Toyota Hilux 2021

Além da mudança visual, a Hilux 2021 ganhou um motor 2.8 turbodiesel atualizado, que passou de 177 cv e 45,9 kgfm para 204 cv e 51 kgfm. Estes valores a deixarão bem mais competitiva em relação a Chevrolet S10, Ford Ranger e Volkswagen Amarok V6, todas com pelo menos de 200 cv de potência. Ainda não sabemos se o 2.7 flex de 163 cv e 25 kgfm terá alguma alteração.

A linha 2021 da Toyota Hilux será a grande novidade da marca para o Brasil neste ano, como Motor1.com antecipou em primeira mão quando a picape foi avistada em testes pela primeira vez. Continuará a ser produzida na Argentina e o lançamento é esperado para o último trimestre, junto com a versão renovada do utilitário SW4.

Ouça nosso podcast:

 

Imagens: divulgação e INPI