Versão topo de linha Volcano responde por 40% do mix neste começo da comercialização

Com pouco mais de 10 dias de loja, a nova Strada 2021 já contabiliza 6 mil unidades vendidas, entre carros entregues e encomendados. O resultado, diz a Fiat, supera as expectativas da própria marca principalmente pelo momento atual de pandemia, que ainda mantém algumas concessionárias fechadas e muitas funcionando em horário restrito. "E olha que nem começaram as propagandas do modelo", comemora Herlander Zola, diretor do Brand Fiat, em entrevista ao Motor1.com. Além de manter a liderança do segmento de picapes compactas, a marca espera que a nova Strada incremente em cerca de 20% os números da antecessora.

Mostrada pela primeira vez em abril, quando tinha lançamento previsto (atrasado para o fim de junho por conta da pandemia), a nova geração da Strada chegou trazendo diversas novidades para a picape, como a cabine dupla com quatro portas, o motor 1.3 Firefly emprestado do Argo e a central multimídia UConnect de 7" com conexão Apple Carplay e Android Auto sem fio (via Bluetooth). Além disso, a versão cabine simples ganhou um espaço extra na cabine atrás dos bancos e passou a se chamar "Cabine Plus". Para atender aos frotistas, a Fiat manteve o motor 1.4 Fire da antiga Strada na versão de entrada Endurance, bem como a direção hidráulica - nas demais, a assistência agora é elétrica. O modelo antigo segue na configuração de trabalho Hard Working, mas não está contabilizado nestes 6 mil carros vendidos que a Fiat divulgou. 

Fiat Strada Volcano 2021 (na loja)

Todas as configurações da nova Strada receberam controle de estabilidade (ESP) e controle de tração com função de bloqueio de diferencial eletrônico (E-Locker). As versões de cabine dupla ganharam ainda airbags laterais (totalizando 4 bolsas infláveis), enquanto a de topo Volcano incorporou ainda os faróis de LED. 

Neste começo de comercialização, a versão Volcano tem sido a mais procurada, chegando a 40% do mix de vendas, segundo Zola. As demais, Endurance (de entrada) e Freedom (intermediária) estão com 30% cada. Já a divisão entre o tipo de cabine está em 60% para a dupla e 40% para a "plus". Outro fator que tem animado a Fiat é a resposta do varejo, que tem respondido por 50% da demanda. Na antiga Strada, o público era majoritariamente frotista, com o modelo chegando a ter mais de 90% de seu mercado nas chamadas vendas diretas. Vale lembrar que, como Motor1.com apurou, a nova Strada já tem descontos de até 16% para compras com CNPJ, ou seja, para empresas ou produtores rurais. 

Apesar de satisfeito com o sucesso inicial, Zola sabe que a gama da nova Strada ainda não está completa. Ele admite que a faixa onde atua a versão Volcano, tabelada a R$ 79.990, é dominada basicamente por modelos com câmbio automático. "Sabemos dessa necessidade, mas não ficou pronta a tempo. Teremos novidades neste sentido muito em breve", adiantou o executivo, sem confirmar se a estreia acontecerá ainda em 2020 ou ficará para 2021.  

Fotos: Motor1.com   

Galeria: Fiat Strada Volcano 2021 (na loja)