Naked japonesa traz novo visual, controle de tração e painel com conexão Bluetooth

A Kawasaki inicia as vendas da Z900 2021, naked que foi apresentada no Salão Duas Rodas 2019 e que só agora está chegando ao Brasil. As entregas começarão em agosto e terá preço tabelado em R$ 47.900, mas a marca está fazendo uma pré-venda por R$ 45.990 até o final de julho com unidades limitadas. Além do novo design, ela ficou mais equipada, mas manteve o motor 948 cm³ de 125 cv que recebeu alterações para melhorar a entrega de potência.

Um dos lançamentos mais esperados para este ano, a Kawasaki Z900 é a segunda moto mais vendida da marca, o que gerou muita expectativa pela renovação da naked. Ela está bem mais equipada, trazendo controle de tração, quatro modos de pilotagem, seletor de entrega de potência, faróis em LED e um painel digital com tela TFT e conexão Bluetooth. Parear o celular com a moto serve para usar o aplicativo Rideology, mostrando detalhes como caminhos percorridos, velocidade média e o ajuste dos auxílios de condução.

Galeria: Kawasaki Z 900 2021

O controle de modos de pilotagem é um dos destaques, com quatro opções: sport, road, rain e custom. Eles mexem no nível de atuação do controle de tração e nos modos de potência. São três opções de tração: no nível 1, mantém praticamente as configurações padrão; no nível 2 aplica ajustes intermediários; e o nível 3 é indicado para situações de pista molhada. Já a potência pode ser “low” (55% da força) e “full” (100%).

Como citado, usa o mesmo motor de quatro cilindros em linha e 948 cm³ que gera 125 cv a 9.500 rpm e 10,1 kgfm a 7.700 rpm. Estes valores não mudaram, mas não significa que a motorização não tenha qualquer alteração. A Kawasaki mexeu no sistema de escapamento para reduzir as emissões e atender as normas Euro5, além de ter feito ajustes para entregar acelerações mais lineares. Outra parte atualizada é a suspensão, com uma nova calibração e garfo dianteiro invertido de 41 mm com 120 mm de curso.

A Kawasaki Z900 2021 será vendida em duas combinações de cores metálicas: cinza Graphite e preto Spark, ou preto Spark e preto Flat Spark. Tem garantia de dois anos e as revisões são feitas a cada 6 mil quilômetros rodados. Por R$ 47.990, ela irá concorrer com a Yamaha MT-09, vendida por R$ 48.590, e a Suzuki GSX-S 750, que custa R$ 49.500.