Marca revela motorizações para o SUV renovado, que terá somente variantes eletrificadas na Europa

O Hyundai Santa Fe reestilizado foi apresentado no começo do mês e só agora a fabricante decidiu falar sobre o que fará ele se mover. O SUV recebeu uma série de motores, tanto a gasolina quanto a diesel, recebendo também variantes híbridas comum e plug-in. As vendas na Coreia do Sul começarão amanha (1º de julho), desembarcando na Europa a partir de setembro. No Brasil, ele deve chegar em 2021, importado pelo Grupo Caoa.

Para o mercado sul-coreano, o novo Hyundai Santa Fe apostará nos mesmos motores do Kia Sorento 2021, na forma do 2.5 turbo de quatro cilindros e o 2.2 diesel. O primeiro a ser vendido será o diesel, com 201 cv e 40,8 kgfm. Já o 2.5 turbo ainda não foi revelado, mas deve ter os mesmos 285 cv e 42,9 kgfm do modelo da Kia. Os dois motores usarão o câmbio automatizado de dupla embreagem, com 8 marchas e banhada em óleo, podendo trabalhar com tração dianteira ou integral.

Galeria: Novo Hyundai Santa Fe 2021

Para a Europa, a motorização de lançamento será o 1.6 turbo híbrido. Ele entrega 230 cv e 35,7 kgfm, usando um motor elétrico de 44,2 kW e com baterias de 1,49 kWh, também com a opção de tração dianteira ou integral. A transmissão é a automática de 6 marchas, que a Hyundai diz ser nova, melhorando o rendimento e trocas de marcha.

No início de 2021 será a vez do Santa Fe PHEV, a primeira versão híbrida plug-in do SUV. Ele usa o mesmo 1.6 turbo, mas adota um motor elétrico de 66,9 kW e as baterias são substituídas por um conjunto de 13,7 kWh. Por causa do novo propulsor elétrico, a potência sobe para 265 cv, mas o torque continua em 35,7 kgfm. A marca não revelou qual o consumo do SUV para nenhuma das versões.

A Hyundai aproveitou também para falar sobre as medidas do Santa Fe 2021. Ele agora mede 4,785 metros de comprimento (+ 15 mm), 1,900 m de largura (+ 10 mm), 1,685 m de altura (+ 5 mm) e com um entre-eixos de 2,765 m. O balando dianteiro tem 945 mm (+ 5 mm), enquanto o traseiro mede 1.075 mm (+ 10 mm). O porta-malas tem capacidade para 634 litros na versão de cinco lugares, enquanto a de 7 assentos passa para 571 litros.

O Hyundai Santa Fe começa a ser vendido na Coreia do Sul no início de julho. Em seguida será a vez de alguns mercados da Europa, com chegada prevista para setembro. Os Estados Unidos receberão o carro antes do final do ano. Já no Brasil, a expectativa é que ele seja importado a partir do ano que vem. O Grupo Caoa deve repetir a estratégia do modelo atual, trazendo apenas a versão mais equipada e o preço deve ultrapassar os R$ 300 mil, já que ele é vendido hoje em dia por R$ 297,3 mil.