Versão indiana do sedã estreará novo motor 1.5 de 121 cv, mas ficará sem o 1.0 turbo

Uma das principais novidades da Honda para este ano, a quinta geração do Honda City começa a ser produzida na Índia, no complexo de Greater Noida, marcando sua chegada a um segundo mercado asiático. O sedã estará nas lojas por lá a partir de julho, estreando um novo motor 1.5 de 121 cv e irá conviver com a geração passada. Por aqui, o lançamento é esperado para o ano que vem, com produção em Itirapina (SP).

A versão indiana do novo Honda City seguirá o que vimos no modelo tailandês, com as mesmas medidas e equipamentos. Estreia uma nova plataforma, mais leve e que usa aços de maior resistência, o que ajudará na segurança e deixará a arquitetura mais rígida. Passa a ter 4,549 metros de comprimento, 1,748 m de largura, 1,489 m de altura e 2,600 m de entre-eixos. Segundo a mídia indiana, seu porta-malas tem capacidade para 506 litros.

Galeria: Honda City 2020 (Tailândia)

Na parte mecânica, o sedã não receberá o novo 1.0 turbo de três cilindros, que gera 122 cv e 17,6 kgfm. Ao invés disso, contará com uma nova geração do 1.5 de quatro cilindros, entregando 121 cv e 14,8 kgfm, trabalhando junto a um câmbio manual de 6 marchas ou automático do tipo CVT, simulando 7 posições. Este motor, chamado L15B, é uma versão aspirada e sem injeção direta do 1.5 turbo do Civic Touring.

Embora a Honda ainda não tenha revelado as versões e lista de equipamentos para a Índia, espera-se que o City receba os mesmos equipamentos do modelo tailandês. A versão topo de linha trará faróis e lanternas full-LED, central multimídia com tela de 8” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, seis airbags, controles de estabilidade e tração, câmera de ré, partida por botão e mais. Será o primeiro carro da Índia a ter compatibilidade com o Amazon Alexa, permitindo controlar 32 funções do carro por comandos de voz.

No Brasil, a estreia do novo Honda City é esperada para o ano que vem, sendo produzido em Itirapina (SP), e não deve conviver com sua geração anterior – como acontecerá na Índia. Além do sedã, a marca prepara uma inédita variante hatchback do City, já vista em testes e em imagens de registro. Ele será um modelo global e será oferecido também por aqui, tornando-se o novo modelo de entrada da empresa no país, como adiantado em primeira mão por Motor1.com. O hatch será revelado no 2º semestre deste ano.

Fotos: divulgação