Variante será lançada no ano que vem, a princípio somente para o mercado asiático

Com a reabertura de alguns países após a quarentena para combater o coronavírus, estamos voltando a ver carros de testes nas ruas. Depois de ser avistado na Coreia do Sul algumas vezes, o Hyundai Creta de 7 lugares agora foi filmado na Índia, um dos mercados que receberá o SUV alongado em 2021 – o lançamento era previsto para o 2º semestre, mas aparentemente foi atrasado por causa do lockdown no país.

Desta vez, o Hyundai Creta de 7 lugares foi avistado pelo pessoal do canal DCV Bikes, rodando pela Índia. De moto, o repórter passa rapidamente pelo crossover, logo no começo do vídeo. Tirando alguns prints, podemos ver um pouco melhor o carro. Ele continua a rodar bem camuflado, da mesma forma que vimos na Coreia do Sul, escondendo principalmente a traseira, já que é a parte mais modificada.

Galeria: Projeção: Hyundai Creta 2021 com 7 lugares

Considerando tudo o que vimos até o momento, o Creta alongado terá mudanças a partir das colunas B, com um teto mais alto e plano para acompanhar a carroceria alongada. O que é dito na Índia é que ele será 30 mm maior do que o Creta normal, sendo que esta medida extra está toda no balanço traseiro, sem mexer no entre-eixos. Por conta disso, o mais provável é que a Hyundai aposte em uma solução parecida com a do Chevrolet Spin, perdendo espaço no porta-malas para colocar a terceira fileira de assentos.

Os últimos flagras mostram que a Hyundai aproveitou para mexer um pouco no design do Creta de 7 lugares em relação ao modelo curto. Ele terá uma grade frontal própria e mudanças no para-choque dianteiro, enquanto a traseira deve trazer lanternas maiores e com um novo desenho interno. 

Até o momento, acredita-se que o Hyundai Creta de 7 lugares adotará os mesmos motores que o modelo normal: 1.5 de 115 cv, 1.4 turbo de 140 cv e 1.5 turbodiesel de 115 cv, usando um câmbio manual ou automático, ambos de 6 marchas. Este modelo seria feito somente para o mercado asiático e não há confirmação se virá ao Brasil junto com a nova geração do crossover, que chegará ao nosso mercado no ano que vem.

Fonte: DCV Bikes