Estreia será nas próximas semanas, nas versões híbrida convencional e plug-in

Revelado há pouco mais de dois anos, o atual Hyundai Santa Fe já passará por uma grande mudança. O SUV grande teve sua primeira imagem oficial revelada nesta semana, mostrando o novo estilo dianteiro, e agora o canal AtchaCars aproveitou para criar uma projeção de como ele deve ficar. A apresentação acontecerá nas próximas semanas, chegando à Coreia do Sul e à Europa no 2º semestre.

Da mesma forma que o Hyundai Santa Fe atual dividiu opiniões com seu design dianteiro, a versão reestilizada também terá um estilo único. Contará com luzes em LED formando um "T" e os faróis normais nas laterais da grade. Este é um formato inédito dentro da marca, e agora nos perguntamos se ele será a nova identidade visual da fabricante.

Galeria: Hyundai Santa Fe 2021 - Nova projeção

As comparações lado-a-lado mostram que o Santa Fe 2021 lembrará um pouco o seu irmão, o Kia Sorento. O AtchaCars fez um esforço extra e montou projeções com uma série de cores para o SUV, mas não espere que a Hyundai ofereça todas elas. Serve mais para demonstrar o design do carro do que indicação de possíveis tons para a carroceria.

Ainda não vimos a traseira e nem o interior, mas também devem ser bem alteradas já que o Santa Fe irá trocar de plataforma. O resultado deve ser uma traseira bem diferente, mudando desde lanterna e para-choque até um pouco do desenho da tampa do porta-malas. O mesmo é esperado para a cabine, recebendo ainda mais equipamentos e novas linhas. Sob o capô, a única informação confirmada é que a Hyundai irá oferecer versões híbrida convencional e híbrida plug-in.

A Hyundai prepara a apresentação do Santa Fe 2021 para as próximas semanas, chegando à Coreia do Sul logo em seguida. Depois será a vez da Europa, que receberá o SUV em setembro. No Brasil, a estreia pode acontecer somente em 2021, já que o crossover foi lançado no final do ano passado por aqui e, com a cotação do dólar passando de R$ 5,00, ele acabaria custando bem mais do que os R$ 297 mil cobrados atualmente.