Apesar de toda a preparação, será legalizada para rodas nas ruas

O mundo da preparação permite diversos caminhos pouco imagináveis em um fabricante de automóveis. Entre tantas coisas, nasce o projeto de uma Nissan Frontier com o motor do esportivo GT-R, o V6 3.8 biturbo, feito pela SB Motorsport, do Reino Unido, aproveitando o conhecimento da empresa na preparação desse esportivo, inclusive para drift. 

Se os 572 cv originais do motor do GT-R não fossem o suficiente para uma picape, a empresa ainda aproveitará o seu conhecimento e elevará a potência aos 1000 cv, um número que surpreende, mas que se tornou "comum" na preparação do Nissan GT-R ao redor do mundo - inclusive no Brasil, onde algumas unidades já ultrapassaram este número e, acredite, rodam até mesmo com o etanol.

 

O processo não será simples e poderá ser acompanhado pelas redes sociais da empresa. Além de toda adaptação para a colocação do motor no chassi da Frontier (Navara em alguns mercados), toda a transmissão será adaptada para trabalhar com o novo motor, além da suspensão receber componentes do GT-R e diversos itens customizados para atender a nova potência. Segundo eles, a picape será utilizada inclusive nas ruas, como um carro normal. 

A picape também receberá diversas mudanças visuais, como partes aerodinâmicas, novas rodas com pneus de perfil mais baixo e estilo de carro de corrida, com direito a aerofólio na tampa da caçamba e detalhes em fibra de carbono. Chamada de Navara-R, a picape não tem previsão para ficar pronta, mas vale acompanhar todo o processo nas redes sociais. 

Galeria: Nissan Navara-R (SB Motorsport)