Modelo estreará nova linhagem em outubro, acompanhando design do hatchback

À venda no mercado internacional desde 2013, a atual geração da perua Golf Variant está prestes a ganhar uma linhagem completamente nova. Protótipos já rodam com cada vez menos camuflagem e antecipam detalhes de design fundamentais para elaboração de projeções como estas, publicadas pelo site Kolesa.ru.

As renderizações adiantam que, assim como no Golf hatchback, a estratégia visual aplicada na station será evolutiva. Dianteira e laterais serão praticamente idênticas às do hatch, com o diferencial da traseira alongada típica desse estilo de carroceria. O interior também não terá surpresas, seguindo exatamente o que já foi visto no irmão mais curto.

Galeria: Projeção VW Golf Variant 2021

No quesito espaço, a Variant continuará oferecendo porta-malas com capacidade superior a 600 litros - ligeiramente abaixo das primas Seat Leon Sportstourer (617 litros) e Skoda Octavia Combi (640 litros). Sob o capô, são esperados motores 1.5 TSI a gasolina com 130 cv e 150 cv e 2.0 TDI de 115 cv e 150 cv. O câmbio poderá ser manual de 6 marchas ou automatizado de dupla embreagem (DSG) com 7 marchas.

O lançamento deve acontecer em outubro, inicialmente nas versões convencionais. Posteriormente, fica a expectativa para a chegada das variantes GTD e R (ainda não confirmadas). No Brasil, porém, as chances de termos a Variant em oferta são mínimas. Por aqui, a VW pretende trazer o novo Golf 8 somente na versão híbrida GTE.