Ganhou faróis full-LED de série, nova central multimídia e motorização com sistema híbrido-leve

O Kia Rio chegou ao Brasil neste ano, após 20 anos de espera. E mesmo na geração atual ele demorou tanto que a versão global já passa por sua renovação de meia-vida, agora revelada oficialmente pela marca sul-coreana. Ele começará a ser vendido na Europa no 3º trimestre deste ano. Já no Brasil, isso dependerá do início da produção da versão reestilizada no México, pois o hatch vem de lá para o nosso mercado.

Visualmente, você terá dificuldades para encontrar as diferenças entre o modelo atual e a versão reestilizada do Kia Rio. A grade está mais larga e conta com um para-choque mais agressivo, incorporando uma nova área para os faróis de neblina. A introdução de faróis full-LED de série em todas as versões é uma adição bem-vinda. Terá duas novas cores para a carroceria e um conjunto de rodas de 16" com oito aros.

Galeria: Kia Rio 2021

Do lado de dentro, a maior mudança está na adoção da central multimídia de 8" no console central e um novo display de 4,2" no painel de instrumentos. Além disso, a cabine pode ser personalizada com várias opções de cores, enquanto a versão esportivada GT-Line tem um acabamento especial imitando fibra de carbono.

A principal novidade está debaixo do capô, na forma do novo motor 1.0 Smartstream com turbo, injeção direta e um sistema híbrido-leve de 48V, substituindo o atual 1.0 turbo usado na Europa. A nova motorização eletrificada combina o motor de três cilindros com um gerador para reduzir as emissões de CO2 em aproximadamente 8%. Já em termos de desempenho, a nova unidade oferecerá a mesma potência o que o 1.0 turbo anterior, nas versões de 100 cv ou 120 cv.

A motorização híbrida-leve será complementada por uma nova transmissão manual com controle eletrônico da embreagem. A Kia explica que a "embreagem por cabo" integra-se melhor com o sistema híbrido para desligar o motor mais cedo do que a tecnologia de start-stop, quando o carro está em velocidade de cruzeiro. O motor 1.0 não híbrido agora contará com uma nova transmissão manual de 6 marchas, assim como a automatizada de dupla embreagem e 7 posições. Também manterá o 1.2 aspirado de 84 cv.

No Brasil, o Kia Rio chegou em janeiro, oferecido em duas versões e sempre com o motor 1.6 de 130 cv e 16,5 kgfm compartilhado com o Hyundai HB20, e apenas com a transmissão automática de 6 marchas. Como ele vem importado do México, sua mudança vai depender do início da produção do modelo reestilizado no país, mas resta ver o que o Grupo Gandini, importador oficial do modelo, fará agora que a cotação do dólar está bem mais alta.

Ouça nosso podcast:

 

Fonte: Kia