Detalhes da nova geração da picape surgem na Austrália, revelando que terá três opções de motorização

A próxima geração da Ford Ranger só chegará às concessionárias em 2022, mas as primeiras informações já começam a aparecer. O site australiano CarExpert teve acesso aos planos da empresa, que começariam a ser divulgados no 2º semestre deste ano, e revela diversos detalhes sobre a picape. O atual motor 3.2 a diesel de cinco cilindros, por exemplo, dará lugar a duas unidades diesel, sendo uma V6, além de uma opção a gasolina com sistema híbrido plug-in.

Agora que o plano da fabricante é investir somente em picapes, SUVs e crossovers, a nova Ford Ranger terá um papel muito mais importante. Ela já começou a ganhar espaço em mais mercados, como nos EUA, e o objetivo é tirar a liderança global da Toyota Hilux e repetir o sucesso da F-150 na América do Norte. Tanto é que o design da nova Ranger será claramente inspirado na picape grande, como já vimos em imagens vazadas.

As novas informações reveladas pelo CarExpert detalham como será a mudança na motorização da Ranger. Para começar, o 3.2 Duratorq diesel de cinco cilindros sairá de linha, algo esperado já que este motor tem 14 anos de vida e não é dos mais econômicos. Com isso, a opção mais básica será o 2.0 biturbo de quatro cilindros, entregando 213 cv e 50,9 kgfm de torque, já usado pela Ranger atual na versão Raptor oferecida em alguns mercados.

No lugar do 3.2 entrará o 3.0 V6 turbodiesel usado também pela F-150. Ele gera 253 cv e 60,8 kgfm e terá um papel duplo na marca. Além de oferecer um modelo V6 na linha básica, para enfrentar a Volkswagen Amarok V6, ela também irá substituir o 2.0 biturbo na Ranger Raptor, entregando mais desempenho. Falando no modelo esportivo, além do V6, ela receberá uma nova geração dos amortecedores da Fox Racing, assim como aconteceu com a F-150 Raptor 2020.

A última opção de motorização será um 2.3 turbo de quatro cilindros abastecido com gasolina. O que torna esta mecânica interessante é que ela usará um sistema híbrido plug-in, entregando um total de 367 cv e 69,3 kgfm. A Ford estaria esperando um rendimento combinado por volta de 33 km/litro. Porém, a estreia desta motorização não será junto com a picape, devendo chegar um tempo depois. Em todos os casos, a transmissão será a automática de 10 marchas.

2020 Ford Mustang Mach-E

Já na parte de tecnologia, a nova Ranger deve receber a central multimídia Sync4 da marca, que estreou no Ford Mustang Mach-E, com uma tela vertical de 12,8 polegadas. O CarExpert fala ainda que a picape pode receber um novo painel de instrumentos digital de 10,25”, substituindo o sistema atual de duas telas pequenas nas laterais e um contador analógico no centro.

Galeria: Nova geração da Ford Ranger - Imagens vazadas

E quando a nova Ranger será mostrada? O site australiano diz que a Ford trabalha a picape como modelo 2022, o que indicaria um lançamento em 2021. Porém, a própria fabricante disse anteriormente, quando anunciou a parceria com a Volkswagen para produzir picapes e veículos comerciais, que a nova Ranger só seria lançada em 2022. O lado bom é que sabemos que ela continuará a ser produzida na fábrica na Argentina, então há grandes chances de que ela chegue ao Brasil daqui a dois anos.

Ouça nosso podcast:

 

Fotos: Wheels
Projeção: Indian Autos Blog