Reajustes variam entre R$ 919 e R$ 7.800, dependendo do veículo. Tiguan também é afetado

A situação econômica do país continua a afetar as fabricantes, que estão repassando o aumento do dólar para os clientes. Após Chevrolet e Toyota subirem os preços, agora foi a Volkswagen que faz um reajuste nos valores do sedã Jetta, do SUV compacto T-Cross, do SUV médio Tiguan e das versões esportivas Polo GTS e Virtus GTS. O aumento varia entre R$ 919 e R$ 7.800, dependendo do modelo escolhido.

Começando pelo Volkswagen Jetta, o sedã médio importado do México teve um reajuste nas versões Comfortline e R-Line, que ficaram R$ 4.650 mais caras. Agora a versão intermediária Comfortline é vendida por R$ 121.040, enquanto a R-Line com visual mais agressivo passa a custar R$ 128.040. O esportivo GLI não escapou de reajuste, subindo de R$ 149.790 para R$ 155.780, R$ 5.990 a mais. O único que ficou de fora foi a opção de entrada 250 TSI, comercializado por R$ 99.990.

Volkswagen Tiguan 1.4 Comfortline - Teste
VW Jetta 2019

Apesar de ter ficado mais caro em março, pouco antes do início da quarentena, o T-Cross também teve um novo aumento de preços, e bem expressivo. A versão de entrada 200 TSI com câmbio manual foi a que menos encareceu, subindo para R$ 87.809, apenas R$ 919. Em compensação, adicionar o câmbio automático para esta configuração faz com que o cliente pague R$ 97.669, R$ 3.179 a mais. O T-Cross Comfortline passou para R$ 110.260, o que é um aumento de R$ 2.370. No topo da linha está o T-Cross Highline, o único com o 1.4 TSI de 150 cv, que ficou R$ 2.500 mais caro e agora é vendido por R$ 118.690.

O VW Tiguan também havia ficado mais caro em março, mas foi afetado pelo dólar e já teve a tabela reajustada para maio. A versão 250 TSI foi de R$ 135.290 para R$ 140.490, o que representa um aumento de R$ 5.200. E vai piorando nas versões mais caras. O Tiguan Comfirtline subiu R$ 6.600 e será comercializado por R$ 167.490, enquanto a configuração R-Line ultrapassa a barreira dos R$ 200 mil, passando a custar R$ 203.490 – ou seja, com o maior aumento da linha, de R$ 7.800.

Galeria: Volkswagen Polo GTS 2021

Os esportivos Polo GTS e Virtus GTS também não fugiram do reajuste, o segundo feito desde o lançamento. Quem quiser o hatchback terá que desembolsar R$ 102.550, R$ 2.010 mais do que antes, ou R$ 106.535 para equipar o carro com o sistema de som Beats. Já o Virtus GTS teve um acréscimo de R$ 2.100, o que faz com que custe R$ 107.990 na versão básica e R$ 11.775 com o som da Beats.

Veja a tabela de preços de Volkswagen Jetta, T-Cross, Tiguan, Polo GTS e Virtus GTS:

Modelo Preço atual Preço anterior Diferença
Jetta 250 TSI AT R$ 99.990 -------------------------------- --------------------------------
Jetta Comfortline AT R$ 121.040 R$ 116.390 + R$ 4.650
Jetta R-Line AT R$ 128.040 R$ 123.390 + R$ 4.650
Jetta GLI AT R$ 155.780 R$ 149.790 + R$ 5.990
       
T-Cross 200 TSI MT R$ 87.809 R$ 86.890 + R$ 919
T-Cross 200 TSI AT R$ 97.669 R$ 94.490 + R$ 3.179
T-Cross Comfortline 250 TSI AT R$ 110.260 R$ 107.890 + R$ 2.370
T-Cross Highline 250 TSI AT R$ 118.690 R$ 116.190 + R$ 2.500
       
Tiguan 250 TSI R$ 140.490 R$ 135.290 + R$ 5.200
Tiguan Comfortline R$ 167.490 R$ 160.890 + R$ 6.600
Tiguan R-Line R$ 203.490 R$ 195.690 + R$ 7.800
       
Polo GTS R$ 102.500 R$ 100.490 + R$ 2.010
Polo GTS + Beats R$ 106.535 R$ 104.475 + R$ 2.060
       
Virtus GTS R$ 107.990 R$ 105.890 + R$ 2.100
Virtus GTS + Beats R$ 111.775 R$ 109.635 + R$ 2.140

Fotos: arquivo Motor1.com e divulgação

Galeria: Novo VW Jetta 2019 (BR)