Novo Tracker lidera entre os SUVs com folga, seguido pelo Duster

Com a menor participação na composição global de vendas do mercado brasileiro pelo menos desde janeiro de 2017, quando o Motor1.com começou a apresentar a separação por modalidades, o varejo respondeu por 49,43% dos 51.362 automóveis e comerciais leves emplacados em abril.
 
O resultado é reflexo da pandemia de Covid-19 que manteve boa parte do país em quarentena, com a maioria das concessionárias e lojas fechadas. Neste cenário, a Chevrolet (22,26%) se manteve na ponta, com quase 8,5 pontos percentuais a mais do que a Volkswagen (13,75%).
 
Repetindo as mesmas colocações desde outubro, Chevrolet Onix (2.445) e Hyundai HB20 (1.293) foram os automóveis mais vendidos, com o Chevrolet Onix Plus (1.238), nº 1 entre os sedãs, completando o pódio. Logo atrás do Renault Kwid (1.111), o Toyota Corolla (1.014) assegurou a quinta posição com quase 80% de suas vendas feitas diretamente pelas concessionárias.
Novo Tracker 2020 Loja
Renault Duster 2021
A nova geração do Tracker (959) garantiu à Chevrolet a posição de honra entre os SUVs, com quase 70% de seus emplacamentos na modalidade. Terceiro em março, o Fiat Argo (911) caiu para o sétimo lugar e por muito pouco também não foi ultrapassado pelo VW Polo (907). Ford Ka (788) e VW Gol (706), ambos abaixo dos 50%, completaram o top 10.
 
Também com nova geração nas lojas, o Renault Duster (479) vendeu mais do que rivais como Hyundai Creta (469), VW T-Cross (397) e Jeep Renegade (355), estes dois últimos com menos de 40% de suas vendas na modalidade. Modelo mais dependente do varejo, o VW Fox (313), em 23º, teve apenas 3 emplacamentos através de vendas diretas.
Líder no geral de comerciais leves, a Toyota Hilux (930) também liderou por aqui, com mais do que a soma de Chevrolet S10 (446) e Fiat Toro (325). Ford Ranger (291) e VW Amarok (266) completaram as cinco primeiras posições. Picape pequena mais vendida da país, a Fiat Strada figurou numa modesta 16ª colocação no varejo, com apenas 32 unidades.

 

Ranking de vendas varejo (abril 2020)

POS.

MODELO

VAREJO

% TOTAL

ABR 20

CHEVROLET ONIX

2.445

67,56%

3.619

HYUNDAI HB20

1.293

45,58%

2.837

CHEVROLET ONIX PLUS

1.238

55,69%

2.223

RENAULT KWID

1.111

68,50%

1.622

TOYOTA COROLLA

1.014

75,96%

1.335

CHEVROLET TRACKER

959

68,75%

1.395

FIAT ARGO

911

77,47%

1.176

VW POLO

907

85,16%

1.065

FORD KA

788

42,78%

1.842

10º

VW GOL

706

42,84%

1.648

11º

RENAULT DUSTER

479

47,19%

1.015

12º

FIAT MOBI

469

50,27%

933

13º

HYUNDAI CRETA

469

76,26%

615

14º

HONDA HR-V

454

82,40%

551

15º

TOYOTA YARIS HATCH

410

92,13%

445

16º

RENAULT SANDERO

409

73,83%

554

17º

HONDA CIVIC

397

86,87%

457

18º

VW T-CROSS

397

39,78%

998

19º

VW VIRTUS

386

59,11%

653

20º

JEEP RENEGADE

355

30,74%

1.155

21º

NISSAN KICKS

348

44,33%

785

22º

HYUNDAI HB20S

335

47,72%

702

23º

VW FOX

310

99,04%

313

24º

FORD ECOSPORT

300

51,72%

580

25º

TOYOTA YARIS SEDAN

272

79,30%

343

26º

FIAT CRONOS

253

29,35%

862

27º

TOYOTA SW4

253

68,19%

371

28º

TOYOTA ETIOS HATCH

247

79,94%

309

29º

JEEP COMPASS

199

18,17%

1.095

30º

NISSAN VERSA

196

62,62%

313

31º

VW UP

171

82,21%

208

32º

CHEVROLET CRUZE SEDAN

159

39,45%

403

33º

FORD KA SEDAN

156

16,88%

924

34º

FIAT SIENA

139

67,80%

205

35º

HONDA FIT

139

68,81%

202

36º

CHEVROLET SPIN

119

28,61%

416

37º

CAOA CHERY TIGGO 5X

111

47,23%

235

38º

TOYOTA ETIOS SEDAN

110

54,46%

202

39º

HONDA WR-V

107

79,85%

134

40º

CHEVROLET EQUINOX

105

84,68%

124

41º

HONDA CITY

103

74,10%

139

42º

CITROËN C4 CACTUS

94

47,00%

200

43º

BMW 320i

88

86,27%

102

44º

VW TIGUAN

88

59,86%

147

45º

RENAULT LOGAN

85

33,20%

256

46º

NISSAN MARCH

70

67,31%

104

47º

VW JETTA

63

46,67%

135

48º

RENAULT CAPTUR

62

16,15%

384

49º

CHEVROLET CRUZE SPORT6

58

79,45%

73

50º

HYUNDAI IX35

57

95,00%

60

Comerciais leves

POS.

MODELO

VAREJO

% TOTAL

ABR 20

TOYOTA HILUX

930

52,78%

1.762

CHEVROLET S10

446

40,55%

1.100

FIAT TORO

325

18,97%

1.713

FORD RANGER

291

27,20%

1.070

VW AMAROK

266

51,65%

515

RENAULT MASTER

261

74,36%

351

MITSUBISHI L200

204

47,22%

432

HYUNDAI HR

141

88,68%

159

VW SAVEIRO

95

8,72%

1.090

10º

NISSAN FRONTIER

90

17,96%

501

11º

FIAT FIORINO

87

37,50%

232

12º

CHEVROLET MONTANA

81

15,52%

522

13º

KIA K2500

61

100,00%

61

14º

RENAULT DUSTER OROCH

50

90,91%

55

15º

VW EXPRESS

46

77,97%

59

16º

FIAT STRADA

32

1,96%

1.630

17º

FIAT DUCATO

21

7,02%

299

18º

IVECO DAILY 30S13

16

88,89%

18

19º

MERCEDES-BENZ SPRINTER 314

15

100,00%

15

20º

MERCEDES-BENZ SPRINTER 416

13

100,00%

13

21º

CITROËN JUMPER

12

85,71%

14

22º

EFFA V21

9

100,00%

9

23º

PEUGEOT EXPERT

9

18,75%

48

24º

IVECO DAILY 35S14

8

88,89%

9

25º

MERCEDES-BENZ SPRINTER

7

100,00%

7

26º

PEUGEOT PARTNER

7

50,00%

14

27º

FOTON AUMARK 1039

6

100,00%

6

28º

CITROËN JUMPY

5

13,51%

37

29º

IVECO DAILY 35-150

5

100,00%

5

30º

MERCEDES-BENZ SPRINTER 313

5

100,00%

5

31º

EFFA V22

3

100,00%

3

32º

IVECO DAILY

3

100,00%

3

33º

MERCEDES-BENZ SPRINTER 415

3

100,00%

3

34º

PEUGEOT BOXER

3

9,38%

32

35º

EFFA K01

2

100,00%

2

36º

IVECO DAILY 30-130

2

100,00%

2

37º

JAC V260

2

100,00%

2

38º

FORD F75

1

100,00%

1

Fonte: Fenabrave

Galeria: Toyota Corolla 2020 (BR)