Modelo terá cerca de 4 metros de comprimento e estreia em 2021

A moda dos SUVs está longe de acabar, com cada vez mais modelos no forno para os próximos anos. E um segmento que ganha força é o dos crossovers com menos de 4 metros, ou seja, abaixo dos compactos que temos atualmente no Brasil. A Honda é uma que irá entrar nesta categoria, trabalhando em uma opção para o mercado asiático, com plataforma do novo City e que pode se chamar ZR-V, como revela o site Auto Industriya, baseado em um registro de nome feito pela marca em diversos mercados.

O motivo para crescer que ZR-V seria o nome do modelo abaixo do HR-V é o uso da letra “Z” no começo, uma indicação para Geração Z (também chamada de “millenials”), que é o publico alvo dos SUVs abiaxo de 4 metros. Já o “R-V” é o padrão da marca para batizar os crossovers, como vimos com HR-V, WR-V e CR-V, além dos asiáticos XR-V e BR-V. Esse novo modelo, aliás, deve tomar o lugar do WR-V atual, compartilhando sua base e muitos componentes com o novo City - que agora também possui versão hatch (abaixo) e, fazendo volume, gera economia de escala. 

Honda WR-V 2021
Projeção - Honda City Hatch

E quanto ao carro? Segundo a revista japonesa BestCar, este novo modelo usará a plataforma do City, mas ele será construído de forma a ter 3,9 metros de comprimento, 1,69 m de largura, 1,60 m de altura e um entre-eixos de 2,55 m. E também conseguiria se distanciar do HR-V, pois a nova geração do crossover deve crescer e se sofisticar, alcançando os 4,4 metros de comprimento.

Há rumores na Índia de que a Honda seguirá uma estratégia diferente, criando um modelo para o mercado global (como o que a BestCar fala) e outro para os emergentes asiáticos, com a plataforma do novo Brio e do sedã Amaze. Isso ajudaria o modelo a custar menos para produzir, mas também iria restringir muito o modelo, já que o Brio e o Amaze são vendidos apenas por lá.

Caso a Honda decida apostar em um crossover compacto para o Brasil, seria mais seguro usar o modelo baseado no City por aproveitar as linhas de montagem em Itirapina (SP). Poderia adotar o 1.0 turbo de três cilindros e 122 cv que equipa a nova geração do sedã na Tailândia e que é esperado para a versão nacional. No Japão, ele terá o mesmo sistema 1.5 híbrido do novo Fit.

Até agora, o que é dito tanto no Japão é que este novo crossover abaixo do Honda HR-V fará sua estreia em 2021, possivelmente no 2º semestre. Isso porque a nova geração do HR-V está prevista para o começo do ano que vem, por volta de março, ficando maior, com novo conjunto híbrido e um design mais próximo dos SUVs-cupês.

Galeria: Honda WR-V 2021