Lançamento está marcado para 2022, usando a mesma plataforma do SUV Explorer

A Ford chocou a indústria automotiva e seus fãs quando lançou o crossover elétrico Mustang Mach-E, mostrando que o nome Mustang não é mais exclusivo para o cupê esportivo. E parece que a marca está planejando ainda mais surpresas para o seu batismo mais famoso, como revela a revista inglesa Autocar.

A publicação apurou com suas fontes de que a nova geração do Ford Mustang pode receber uma variante híbrida - algo que já aparecia em rumores. Ele está marcado para chegar em 2022 e, assim como foi com o modelo atual, será um carro global, já que ele foi um sucesso na Europa com mais de 55 mil unidades comercializadas no continente desde o lançamento em 2015.

O plano original da fabricante era lançar uma versão híbrida do Mustang atual em 2020, mas eventualmente ele foi adiado para a próxima geração. A reportagem da Autocar cita um pedido de patente feito pela Ford nos EUA em 2017, no qual a fabricante fala sobre um ""sistema de motor duplo para um veículo híbrido". Os desenhos técnicos mostram que ele teria um V8 movendo as rodas traseiras e duas unidades elétricas nas rodas dianteiras.

Ou seja, com este layout, o Mustang híbrido teria um sistema de tração integral, com força elétrica nas rodas dianteiras e o V8 tradicional empurrando a traseira. A revista ainda comenta sobre o avanço na eletrificação do Mustang com a decisão da Ford em basear o modelo na plataforma CD6 do SUV Explorer.

É pura especulação neste momento, porém, se for verdade, será bem interessante ver se o Ford Mustang será apenas híbrido ou se irá oferecer também uma versão V8 sem eletrificação ou os motores de quatro cilindros do atual.

Galeria: Ford Mustang Shelby GT500 - Avaliação