Ações fazem parte da estratégia de enfrentamento à crise do coronavírus

Na tendência seguida por outras montadoras, a Kia Motors também anuncia no Brasil medidas contributivas para enfrentar as consequências geradas pela pandemia do novo coronavírus. Em comunicado, a marca confirma que estendeu para julho as garantias dos veículos com vencimentos originais entre março e maio deste ano.

Além disso, ampliou pelos próximos 3 meses as tolerâncias de excesso de quilometragem e de tempo para todo o plano de revisões periódicas. O objetivo é evitar a exposição dos clientes ao coronavírus, de modo a respeitar as limitações de circulação determinadas pelo isolamento social.

Galeria: Kia Cerato 2.0 2020 (Teste BR)

Dessa forma, os limites de quilometragem para os modelos de passeio foram dobrados, passando de 1.500 km para até 3.000 km, e triplicados para o utilitário Bongo K2500, saltando de 500 km para até 1.500 km. Já a regra de tempo corrido, atualmente de 12 meses a partir da compra ou última revisão, teve acréscimo de 3 meses para toda a linha. As concessionárias também estão trabalhando através do sistema de leva e traz para realizar os reparos nos veículos.

Outra novidade é o atendimento virtual, modalidade que também vem sendo adotada por outras montadoras. Os clientes podem interagir ou tirar dúvidas com vendedores via chamada de vídeo, além de agendar test-drive no próprio domicílio (obedecendo todas as medidas de higiene e prevenção recomendadas pelas autoridades).

Kia Sportage 2020

Por fim, a Kia está oferecendo mão de obra gratuita para qualquer manutenção e reparo, pelos próximos 90 dias, para profissionais de saúde que possuem veículos da marca, incluindo médicos, enfermeiros e demais trabalhadores da área engajados no atendimento de pacientes em hospitais.