Planta construída em parceria com a Mazda nos EUA ficará pronta apenas no final de 2021

Resultado de uma parceria firmada com a Mazda desde 2017, a nova fábrica que a Toyota constrói no estado do Alabama, nos Estados Unidos, não deverá ficar pronta na data prevista. Conforme revela reportagem da agência de notícias Automotive News, a inauguração da unidade foi adiada em aproximadamente 5 meses por conta do surto do novo coronavírus e deverá acontecer apenas no final de 2021.

"Em 9 de abril, informamos às autoridades do Alabama que a pandemia da Covid-19 está afetando nossa capacidade de manter cronogramas críticos de entrega de equipamentos, criando escassez de mão-de-obra e lentidão na construção", disseram Mazda e Toyota em comunicado oficial. "Como resultado, adiaremos o início da produção da fábrica da Mazda-Toyota para um período posterior a 2021".

Galeria: Toyota FT-4X Concept

Construída na região de Huntsville, a planta é fruto de um investimento conjunto de US$ 1,6 bilhão e empregará aproximadamente 4 mil pessoas. Terá capacidade para produzir anualmente 300 mil veículos, sendo 150 mil de cada marca. No caso da Toyota, será a 11ª unidade fabril da marca nos Estados Unidos.

A Mazda produzirá no complexo alguns de seus principais crossovers e a Toyota seguirá os passos da parceira com um modelo inédito. Detalhes ainda são limitados, mas tudo indica que será um SUV de forte pegada off-road inspirado no 4Runner, porém feito sobre a plataforma TNGA do Corolla. Terá porte compacto e será posicionado como alternativa mais parruda ao C-HR, ficando dessa forma abaixo do RAV4. O nome 4Active vem sendo bastante cogitado.

Novo SUV no Brasil

Além deste novo modelo para os EUA, a Toyota também trabalha no desenvolvimento de um SUV compacto para o Brasil. Detalhes sobre o projeto ainda são limitados, mas tudo indica que será produzido em Sorocaba (SP) a partir de 2021. A expectativa é que sejam adotados os mesmos motores do Corolla, incluindo o 2.0 aspirado e o 1.8 híbrido flex, a partir da mesma plataforma TNGA. Principais concorrentes serão Honda HR-V, Hyundai Creta, Chevrolet Tracker, Jeep Renegade e Volkswagen T-Cross.