Picape terá versões de cabine simples e dupla com capacidade para até 1,2 tonelada

A Peugeot Landtrek marcará o retorno da empresa francesa ao segmento de picapes, desta vez com um modelo médio. Ela foi revelada oficialmente em fevereiro e acaba de ser registrada no Brasil pela fabricante, tanto na versão de cabine simples quanto na cabine dupla, como mostram as imagens publicadas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A boa notícia é que a Landtrek já está confirmada para o nosso mercado: desembarca em 2021 para enfrentar a Toyota Hilux, líder do segmento, além de Chevrolet S10, Ford Ranger e Volkswagen Amarok.

O projeto da Peugeot Landtrek foi feito em parceria com a chinesa Changan, dando origem também a uma variante oriental chamada Kaicheng F70. Jean Philippe Imparato, CEO da marca francesa, deu uma entrevista ao Motor1.com e explicou que a picape foi feita de olho na Toyota Hilux, que é a referência do segmento, buscando a mesma robustez e capacidade de trabalho que a rival japonesa.

Galeria: Peugeot Landtrek 2022 - Registro no Brasil

Para isso, ela terá versões de cabine-chassi, cabine simples e cabine dupla (apenas a primeira não aparece nos registros do INPI). A Landtrek mede 5,33 metros de comprimento (5,39 m na versão de cabine simples) e 1,92 m de largura, tendo uma caçamba com capacidade de carga de 1 tonelada, subindo para 1,2 tonelada no modelo de cabine simples. Terá tração 4x4 com reduzida e diferencial traseiro blocante, além apresentar vão livre de 235 milímetros, ângulo de entrada de 29° e saída de 27°.

A mecânica que será usada no Brasil ainda é um mistério. Quando apresentou a picape, a Peugeot disse que ela teria motor 2.4 turbo a gasolina de 210 cv e 32,6 kgfm, além de um 1.9 turbodiesel de 150 cv e 35,7 kgfm, ambos com câmbio manual ou automático de 6 marchas. Nenhum destes motores é oferecido por aqui em outros carros da empresa, então rumores dizem que poderia adotar o 2.0 turbodiesel de 130 cv da van Peugeot Boxer.

Segundo a Peugeot, a Landtrek terá uma lista de equipamentos bem completa na versão topo de linha, incluindo ar-condicionado digital de duas zonas, controle de estabilidade e tração, assistente de descida, seis airbags, alerta de saída de faixa, faróis e lanternas em LED. Dependendo da versão, terá de 1 a 4 câmeras, sendo que a variante topo de linha tem visão 360° e uma câmera off-road do lado do passageiro.

Se ficou interessado na Peugeot Landtrek, ainda terá que esperar. A picape será lançada no 2º semestre deste ano no México, Equador, Guatemala, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai. Já o Brasil ficará para a segunda etapa, em 2021, junto com Argentina e Chile. Preços e a motorização para o mercado brasileiro só serão confirmados próximo ao lançamento.

Galeria: Peugeot Landtrek 2020