Crossover adota motor 2.0 de 171 cv do Corolla e 2.5 híbrido

A Toyota agora tem uma alternativa maior e mais luxosa ao RAV4 para o Japão e alguns mercados asiáticos, na forma do Harrier. O crossover está para receber uma nova geração, com lançamento confirmado para junho, e a fabricante aproveitou para divulgar as primeiras imagens oficiais do modelo que dará origem ao novo Lexus RX.

O novo Harrier estará disponível com dois novos motores. Há um modelo híbrido, com o 2.5 aspirado de quatro cilindros e que pode trabalhar com um ou dois motores elétricos, dependendo da tração escolhida. A versão de tração dianteira tem potência máxima de 217 cv, enquanto o de tração integral entrega 222 cv. Em ambos os casos, a transmissão é automática do tipo CVT.

Galeria: Toyota Harrier 2021

Há também uma versão com motor a combustão, no caso o 2.0 de injeção direta também usado pelo Corolla, que gera 171 cv a 6.600 rpm e 21,1 kgfm a 4.800 rpm, também com uma transmissão CVT. Esta motorização é a mesma do RAV4 em alguns mercados. Assim como a variante híbrida, pode ser encomendado com tração dianteira ou integral.

Agora construído com a plataforma TNGA-K, para modelos de porte médio, o novo Harrier ainda passa a contar com novos sistemas de assistência e segurança, incluindo o pacote Safety Sense. Ele traz frenagem automática de emergência com detecção de pedestres (inclusive à noite), controle de cruzeiro adaptativo, alerta de saída de faixa e mais. A Toyota ainda diz que o Harrier será o primeiro carro da marca a utilizar um retrovisor digital por câmeras e que grava imagens tanto na frente quanto atrás do veículo.

Restrito ao Japão e Ásia, o novo Toyota Harrier será lançado em seu país de origem por volta de junho deste ano, quando começará a ser vendido com sete opções de cor e rodas de liga leve de 19". Há rumores de que o crossover irá ganhar uma versão de sete lugares nesta geração, o que lhe renderia mais um diferencial na comparação com o RAV4.

Fotos: divulgação