Picape irá substituir Mercedes-Benz Classe G usados por 40 anos

Há alguns meses vimos fotos da Ford Ranger preparada para uso militar nos Estados Unidos, feita em parceria com a empresa Ricardo. Parece que a fabricante gostou da ideia, pois a picape média tornou-se o veículo das Forças Armadas da Argentina, substituindo o Mercedes-Benz Classe G usado nos últimos 40 anos. E algumas imagens da Ranger especial foram reveladas pelo site Argentina Autoblog.

A Ford Ranger estava disputando o cargo com a Toyota Hilux. Irá substituir o Mercedes Classe G, que era usado pelo exército argentino desde 1981 e com uma frota de 900 unidades. O governo argentino começou a procurar pela substituta no final de 2018, criando uma série de regras para os candidatos. A decisão foi tomada há três meses, mas apenas agora as primeiras unidades foram entregues para o Batalhão de Arsenais de Bolougne, para ajudar no combate à pandemia de coronavírus.

Galeria: Ford Ranger Militarizada

Para concorrer ao cargo, o veículo tinha que ter as mesmas funções que o Classe G, mas mais atual e que pudesse ser modificado o suficiente para ser um transporte militar. O exército fez uma série de demandas, como galões de escapamento, snorkel para permitir submerssões de até 1 metro, iluminações extras, gerador para equipamentos auxiliares e mais.

A versão utilizada será a XLS com motor 3.2 turbodiesel de cinco cilindros, que entrega 200 cv a 3.000 rpm e 47,9 kgfm a 1.750 rpm. Como terá que passar por terrenos acidentados, é a variante com tração 4x4 e transmissão manual de 6 marchas, com reduzida. A preparação da picape teria sido feita pela Igarreta, concessionária da marca em Buenos Aires que tem experiência em modificações deste tipo, preparando veículos para servirem como ambulância, viatura e outros tipos de serviços.

Todas as alterações deixaram a Ranger bem diferente. Ela recebeu um suporte traseiro para receber dois galões de combustível, cobertura sobre a caçamba, baú, suporte para armas, rádio comunicador de uso militar, nova suspensão traseira, proteção extra na carroceria, guincho dianteiro e mais. Mas não se anime caso queira alguns destes itens para deixar a picape mais robusta, pois eles foram desenvolvidos especialmente para o exército e a marca não tem previsão de oferecer acessórios do tipo.