Planta de Manaus (AM) é a segunda maior da empresa no mundo; marca também anuncia 16 lançamentos até 2021

A Honda Motos anunciou que atingiu o marco de 25 milhões de unidades de motocicletas produzidas na fábrica de Manaus (AM). A linha de montagem foi inaugurada em 1976. Naquele primeiro ano de operação, a Honda fabricava por aqui apenas a primeira geração da CG 125. Hoje, a empresa produz na planta amazonense 24 modelos diferentes de motocicletas, além de quadriciclos e motores estacionários. Das 25 milhões de unidades fabricadas desde 1976, mais da metade - cerca de 13 milhões - foram modelos da família CG.

A fábrica da Honda tem uma operação vertical, na qual a própria marca produz desde o chassi até motores e periféricos, como bancos e rodas. No total, a planta de Manaus (AM) emprega diretamente mais de 7 mil pessoas.

Honda - Fábrica em Manaus

Em 2019, a Honda anunciou um aporte de R$ 500 milhões na fábrica da capital amazonense. Esse dinheiro foi investido em uma nova linha de fundição de motores e rodas, que já está operando parcialmente. A operação plena deve começar em outubro. Hoje, a planta tem capacidade para produzir 1.200.000 motos por ano.

A moto número 25.000.000

A moto que celebrou o marco produtivo da Honda foi uma CG 160 na versão Titan S, a topo de linha do modelo. Apresentada ao público brasileiro no ano passado, durante o Salão Duas Rodas, ela custa oficialmente R$ 11.490, sem frete.

A moto 25 milhões é herdeira direta do primeiro veículo produzido pela Honda em Manaus (AM) em 1976, uma Honda CG 125 de cor laranja que é mantida até hoje no acervo histórico da marca.

Honda - Fábrica em Manaus

De acordo com os engenheiros da Honda, o propulsor monocilíndrico arrefecido a ar de 167,2 cm³ da CG 160 já é compatível com o Promot 5. Trata-se da nova fase do programa de emissões de poluentes e ruídos para motocicletas fabricadas no Brasil e que só vai entrar em vigor oficialmente a partir de 2023. Assim, a moto mais vendida do Brasil deve seguir sem alterações significativas nos próximos anos.

16 lançamentos até 2021

Durante a celebração do marco produtivo, o presidente da Honda Motos, Issao Mizoguchi, afirmou que a marca terá 16 novidades para o mercado brasileiro até 2021, entre motos inéditas, versões e reestilizações.

Honda CBR 650R 2020

Apesar de não ter comentado qual será a agenda de apresentações, nos próximos dias as primeiras unidades das novas CB 650R e CBR 650R começam a chegar nas concessionárias. A dupla, também apresentada no final de 2019 durante o Salão Duas Rodas, já estava sendo comercializada em pré-venda desde o final de janeiro de 2020 custando, respectivamente, R$ 37.900 e R$ 39.500.

Galeria: Honda - Fábrica em Manaus