Modelo GLE 400d turbodiesel entrega 330 cv, enquanto versão AMG 53 rende 435 cv

Aproximadamente um ano e meio após estrear no exterior, a nova geração do Mercedes-Benz GLE finalmente desembarca no Brasil. Completamente renovado, o SUV chega à quarta linhagem com design alinhado às mais recentes tendências da marca e equipado com o que há de mais moderno em termos de tecnologia e motorização. Neste ponto, em especial, há duas opções disponíveis na estreia: o GLE 400d turbodiesel com 330 cv de potência e o AMG 53 4MATIC+ a gasolina com 435 cv. Os preços sugeridos são de R$ 465.900 e R$ 544.900, respectivamente.

Galeria: Mercedes-AMG GLE 53 4MATIC 2019

Por fora, as linhas mais limpas da nova filosofia estética da marca foram fundamentais para otimizar a aerodinâmica do carro, cujo coeficiente caiu de 0,32 para 0,29 - é o melhor da categoria, segundo a Mercedes. Na cabine, merece destaque a presença das tecnológicas telas de 12,3 polegadas que abrigam o quadro de instrumentos e o sistema de entretenimento MBUX. Este inclusive, tem inteligência artificial e obedece aos mais variados comandos de voz.

Em termos de espaço, a Mercedes diz que a ampliação de 8 centímetros no entre-eixos teve reflexos diretos na oferta de espaço para os passageiros, especialmente para os ocupantes da segunda e terceira fileiras (nesta geração, pela primeira vez na linha GLE, é possível levar até 7 pessoas). O porta-malas também cresceu e agora acomoda 825 litros, alcançando 2.055 litros com os bancos rebatidos.

Visualmente, as duas versões se diferenciam pelo desenho das rodas, formato do para-choque e logotipos. Tecnicamente, além da diferença de potência, a variante AMG 53 4MATIC+ possui diferentes modos de condução, como Comfort, Sport, Sport+ e Individual. Cada um fornece parâmetros próprios, com alterações na capacidade de resposta do motor e da transmissão, amortecimento da suspensão ou mesmo o som do escape.