Novo Onix fabricado na versão Premier simbolizou a marca histórica

A General Motors comemora nesta semana a produção do veículo de número 4 milhões na fábrica de Gravataí (RS). Inaugurada em julho de 2000 para produzir o Celta, a planta passou por constantes processos de modernização ao longo dos anos e atualmente fabrica os modelos Onix e Onix Plus. Só em 2019 foram R$ 1,4 bilhão investidos na abertura de uma nova linha de montagem, fazendo o complexo operar hoje em três turnos e fabricar mais de 60 unidades por hora. Para celebrar o feito, foi produzida uma unidade do Onix na versão topo de linha Premier e pintada na cor Laranja Tiger.

Galeria: Fábrica de Gravataí - 4 milhões de unidades

Desde a chegada da nova família Onix, a fábrica ganhou um novo prédio de injeção de polímeros (onde é realizada a moldagem de para-choques) e passou por um processo de digitalização em várias áreas, incluindo simulações de volume de produção da linha. Foram instalados ainda softwares de controle de produção e integração dos sistemas que controlam os parâmetros de produção, garantindo que cada parafuso tenha o torque exato, por exemplo.

"A nossa fábrica em Gravataí é a mais produtiva do mundo. Não é à toa que ela produz o carro mais vendido da América do Sul, o Onix, e que está há mais de quatro anos na liderança absoluta do mercado brasileiro. Para mim, é uma honra estar presente com a equipe para celebrarmos juntos o carro número quatro milhões", comenta Marina Willisch, vice-presidente de Relações Governamentais e Comunicação da GM América do Sul.