Análise detalha como foram as vendas das marcas de luxo em 2019

O mercado mundial de veículos premium encerrou o ano de 2019 em alta. Das principais marcas de luxo, apenas Land Rover, Mini e Jaguar registraram vendas inferiores às de 2018. Confira a seguir o desempenho comercial de cada uma delas, incluindo também o detalhamento dos resultados no Brasil. 

Mercedes-Benz 

Galeria: Mercedes-Benz C200 EQ Boost 2019

Completando quatro anos seguidos no topo entre as marcas premium no mercado global, a Mercedes-Benz registrou seu 9º ano ininterrupto de recorde. Foram 2.339.562 unidades, 1,3% acima do total de 2018. Com esse resultado, a marca de Stuttgart abriu mais de 170 mil unidades de vantagem sobre a rival mais próxima – esta diferença, no entanto, havia sido superior a 200 mil em 2017. 
 
A Mercedes ainda foi a nº 1 em mercados como Alemanha, Reino Unido, França, Espanha, Canadá, Coreia do Sul e Japão. Na China, o mercado mais importante para a marca, ela emplacou 693.443 unidades, 6,2% acima do ano anterior, e assumiu uma liderança que estava com a Audi desde 1989. 

Já nos EUA (316.094), a estabilidade nas vendas fez com que a Mercedes fosse superada pela BMW. A Alemanha, que passou a ser o 2º maior mercado da marca, respondeu por 318.353 unidades do total – na Europa, onde emplacou 937.881 unidades, a empresa avançou apenas 0,4%, mas repetiu uma liderança que já dura desde 2016. 
 
Carro-chefe da marca, o Classe C (392 mil) recuou levemente (-0,9%). Reforçada pelas novas gerações do Classe A, do Classe B e do CLA, a linha de compactos chegou a 667 mil unidades (+9,5%). O Classe E (351.000) e o top de linha Classe S (71.700), em seu sexto ano da geração atual, perderam espaço – o S, no entanto, se manteve como o mais vendido sedã de alto luxo do mundo. 
 
Já os SUVs, com 783.700 unidades, responderam por mais de 1/3 das vendas da Mercedes – para 2020, os novos GLA e GLB devem contribuir para números ainda mais expressivos. Grife esportiva da marca, a AMG superou as 100 mil unidades pelo 3º ano seguido – as 132.136 unidades de 2019 são o novo recorde. 
  

BMW 

BMW X1 2019
BMW Série 3 5 Years Edition

Vice-líder desde 2016 após ser a nº 1 entre 2005 e 2015, a BMW cresceu mais do que a rival Mercedes no ano passado. Com 2.168.516 veículos comercializados, 2% a mais do que em 2018, a marca de Munique chegou ao 4º ano seguido superando a barreira de 2 milhões de unidades. 
 
A linha de utilitários da família X foi novamente o destaque, com 958.732 unidades - 21% acima do ano anterior. Os mais luxuosos da marca (Série 7, Série 8 e X7) fizeram com que a BMW superasse as 100 mil unidades no segmento mais sofisticado.

 Entre os elétricos, a marca bávara mais uma vez superou a casa das 140 mil unidades (145.815, +2,2%) – somados, i3 e i8 chegaram a 42.073 unidades. Ultrapassando as 100 mil unidades pelo 2º ano consecutivo, a linha de esportivos M (135.826) cresceu mais de 30% e superou (por pouco) as vendas da rival AMG, braço esportivo da Mercedes. 
 

Audi

Audi A3 Sedan Ambition 2.0 2017
Audi Q5 55 TFSI E Quattro 2019

Depois de um ano de 2018 em baixa, a Audi reagiu em 2019. Com 1.845.550, a marca de Ingolstadt registrou um avanço de 1,8% no período e completou cinco anos consecutivos no pódio. Em seus três principais mercados, os números foram positivos.  
 
Na China, seu território comercial mais importante, foram quase 700 mil unidades (690.083), 4,1% a mais - após 30 anos seguidos, no entanto, a marca deixou de ser líder. Na Alemanha, onde 271.613 unidades foram registradas, o avanço foi similar (+4,3%). No continente europeu, onde emplacou 769.650 unidades, a alta foi de 3,5%. Já nos EUA (224.111), o crescimento foi bastante reduzido (+0,4%). 

O avanço nas vendas da Audi foi capitaneado pelos SUVs, cujos números avançaram mais de 46% graças a modelos como e-Tron e Q8, além da alta de 17% dos registros do Q5 no mercado chinês. 
 

Lexus 

Lexus NX300h
Teste: Lexus UX250h (BR)

Marca de luxo do grupo Toyota, a Lexus encerrou 2019 com 765.330 unidades comercializadas, 10% a mais do que no ano anterior. O novo recorde de vendas foi impulsionado pela boa aceitação do crossover UX, da reestilização do sedã ES e da manutenção das expressivas vendas do SUV RX.

A América do Norte, com aproximadamente 325 mil unidades, foi o mercado mais importante. O destaque, no entanto, foi a China, onde as cerca de 202 mil unidades representaram um crescimento de 25% no período. Em terceiro, a Europa respondeu por aproximadamente 87 mil unidades (+14%). 
 

Volvo 

Primeiras impressões: Volvo XC60 Polestar Engineered
Volvo XC40 T4 - Teste BR

Em seu sexto ano seguido de recorde de vendas, a sueca Volvo pela 1ª vez superou a barreira de 700 mil unidades em mais de 90 anos de existência. Foram exatas 705.452 unidades, um incremento de 9,8% frente ao resultado de 2018. Como esperado, a China foi a grande responsável pelo desempenho expressivo. 
 
Principal mercado para a marca, na China foram comercializadas 154.961 unidades (+18,7%). Os EUA, com 108.234 unidades (+10,1%), vieram em seguida. No continente europeu, onde o crescimento foi de 7,2%, os consumidores adquiriram 340.605 unidades – só na Alemanha foram mais de 50 mil. Com avanço um pouco menor (+6,4%), os demais mercados responderam pelas 101.652 unidades restantes.  
 
Na lista de modelos mais vendidos da Volvo, os três primeiros colocados foram SUVs. Mais uma vez líder, o XC60 emplacou 204.965 unidades. Modelo de entrada, o XC40 (139.847) praticamente dobrou o resultado de 2018. Terceiro, o XC90 superou a casa das 100 mil unidades (100.729).  
 

Land Rover 

Land Rover Discovery Sport
2020 Range Rover Evoque

Após quatro anos consecutivos ultrapassando a barreira das 400 mil unidades, a Land Rover (396.105) recuou 3,8% em 2019 – em 2018, a queda havia sido de 6,9%. Só não foi pior porque a marca inglesa teve um 4º trimestre positivo (+6%). 
 
Nem mesmo a chegada na nova geração do Evoque às concessionárias mudou a trajetória de baixa dos últimos anos. O início da carreira comercial do novo Defender, porém, pode ser um alento para a Land Rover em 2020. 
 

Mini 

Mini Cooper 2019 - Apresentação no Brasil
Primeiras impressões Mini Clubman e Countryman John Cooper Works

Em baixa pelo 2º ano seguido, a britânica Mini emplacou 346.639 unidades, 4,1% a menos do que em 2018. Com boa demanda, os modelos da linha John Cooper Works contribuíram para que a queda não fosse maior. Maior expectativa da marca para 2020, o Mini Electric já conseguiu mais de 90 mil possíveis interessados. 
 

Porsche 

2019 Porsche Cayenne
Salão de SP: Porsche Macan e 911 GT3 RS

Sem concorrência direta pelo posto de maior produtor mundial de veículos esportivos, a Porsche cresceu 10% no ano passado e entregou aos seus clientes 280.800 unidades, novo recorde de vendas. Como em 2017 e 2018, a China (86.752) foi o seu maior mercado – por lá, o avanço foi de 8%. 
 
Com o mesmo crescimento, os EUA responderam por 61.568 unidades, quase o dobro das 31.618 unidades registradas na Alemanha, onde houve a maior evolução (+15%). O Macan, com 99.944 unidades, foi mais uma vez o modelo mais vendido da marca. Vice-líder, o Cayenne (92.055) mostrou a enorme importância dos SUVs para o desempenho da alemã.  
 

Jaguar 

Jaguar E-Pace
Jaguar F-Pace

Campeã de crescimento entre 2016 e 2017, a Jaguar definitivamente perdeu fôlego no ano passado. Com 161.601 veículos comercializados, a marca britânica viu desaparecerem 10,6% dos consumidores de 2018, ano em que registrou seu melhor resultado histórico. 
 
A retração só não foi maior por conta do da boa recepção do mercado ao SUV compacto E-Pace e ao premiadíssimo elétrico I-Pace em seu primeiro ano completo. 
 

Bentley 

2018 Bentley Continental GT
2017 Bentley Bentayga Diesel First Drive

No sétimo ano consecutivo acima das 10 mil unidades anuais, a britânica Bentley comercializou 11.006 veículos em 2019, 5% a mais do que em 2018. Principal mercado para a marca, o continente americano foi o responsável por 2.913 unidades deste total, uma alta de 30% no período. 
 
Modelo mais vendido da Bentley, o Continental GT registrou avanço de 54%. Com recorde de vendas graças a uma alta de 18%, o SUV Bentayga foi o segundo. As expectativas para 2020 estão concentradas no desempenho comercial do novo Flying Spur. 
 

Ferrari 

Ferrari Portofino
Ferrari 812 Superfast

A marca italiana foi a preferida por 10.131 consumidores no ano passado, número 9,5% superior ao de 2018. O resultado positivo foi impulsionado pelo aumento de 11,2% nas vendas de modelos com motorização V8 e de 4,6% nos equipados com motores V12. 
 
Nos principais mercados europeus, a Ferrari emplacou 4.895 unidades, mas foi na China (836) onde a marca mais avançou (+20%). Entre os modelos, os destaques foram a Portofino e a 812 Superfast. 
 

Lamborghini 

Lamborghini Urus
Lamborghini Huracan EVO 2020

Grande rival da Ferrari entre os superesportivos italianos, a Lamborghini comercializou no ano passado 8.205 carros, um crescimento de 43% em relação a 2018. Além de ser o novo recorde para a marca, este foi o 9º ano seguido com crescimento nas vendas. 
 
Os EUA, com 2.374 unidades, foram o mercado mais importante, seguido por China (770) e Reino Unido (658). O SUV Urus foi o grande responsável pelo avanço das vendas no período. 
 

Rolls-Royce 

Rolls-Royce Cullinan
Rolls-Royce confirma Wraith conversível e nega SUV

Mais prestigiada marca do Reino Unido, a Rolls-Royce encerrou 2019 com 5.152 unidades, seu melhor resultado em 116 anos de história. O número foi 25,4% superior ao registrado em 2018. A América do Norte foi a região mais importante para o desempenho, alavancado pela demanda pelo Cullinan, 1º SUV da história da montadora. 
 

NO BRASIL 

 

Após disputa apertada em 2018, a BMW assumiu a liderança que estava nas mãos da Mercedes-Benz desde 2017. Destaque também para a Volvo, que reduziu muito sua desvantagem em relação à Audi. Confira agora um resumo de cada marca em 2019: 
 
BMW 
Em 2019: 13.142 unidades, alta de 15,6% (2018: 11.369) 
Mais vendidos: X1 (4.251), Série 3 (3.700) e X3 (1.135) 
Destaque: X1 destronando Classe C e assumindo posição de carro premium mais vendido no país após 4 anos de liderança do Mercedes. 

Novo BMW 330i (lançamento Brasil)


Mercedes-Benz 
Em 2019: 12.206 unidades, alta de 0,8% (2018: 12.110) 
Mais vendidos: Classe C (3.565), GLA (2.762) e GLC (1.168) 
Destaque: Classe C perdeu quase 30% dos compradores. 
 
Audi 
Em 2019: 8.707 unidades, alta de 0,3% (2018: 8.677) 
Mais vendidos: A3 Sedan (2.701), Q5 (2.040) e Q3 (1.710) 
Destaque: Q5 superando Q3 e assumindo 2º lugar. 
 
Volvo 
Em 2019: 7.913 unidades, alta de 15,8% (2018: 6.834) 
Mais vendidos: XC60 (3.442), XC40 (2.429) e XC90 (1.068) 
Destaque: XC60 abrindo vantagem no topo. 
 
Land Rover 
Em 2019: 5.872 unidades, queda de 13% (2018: 6.754) 
Mais vendidos: Discovery Sport (2.357), Evoque (1.159) e Velar (849) 
Destaque: Velar no pódio pela 1º vez. 
 
Porsche 
Em 2019: 1.849 unidades, alta de 26,9% (2018: 1.457) 
Mais vendidos: Cayenne (562), Macan (496) e 911 (247) 
Destaque: Linha de SUVs representando quase 60% das vendas da marca. 

Porsche Cayenne E-Hybrid

Mini 
Em 2019: 1.628 unidades, queda de 5,7% (2018: 1.726) 
Mais vendidos: Cooper S (339), Cooper S Countryman (208), e Cooper S 5p (167) 
Destaque: Cooper S de volta ao topo. 
 
Jaguar 
Em 2019: 1.807 unidades, queda de 0,3% (2018: 1.812) 
Mais vendidos: E-Pace (1.056), F-Pace (436) e I-Pace (164) 
Destaque: SUV compacto E-Pace líder pelo 2º ano seguido. 
 
Lexus 
Em 2019: 1.201 unidades, alta de 54,4% (2018: 778) 
Mais vendidos: NX300 (530), UX250h (490) e ES300 (135) 
Destaque: Novato UX250h com potencial para ser best seller em 2020. 
 
Lamborghini 
Em 2019: 33 unidades, alta de 120% (2018: 15) 
Mais vendidos: Urus (23), Huracán Coupé (6) e Aventador (3) 
Destaque: 1º SUV da marca no topo. 
 
Ferrari 
Em 2019: 31 unidades, queda de 6% (2018: 33) 
Mais vendidos: 488 Pista (9), Portofino (9) e 488 Spider (6) 
Destaque: Linha 488 como a preferida. 
 
Maserati 
Em 2019: 28 unidades, queda de 28,2% (2018: 39) 
Mais vendidos: Levante (24) e Ghibli (2) 
Destaque: SUV Levante respondendo por quase 90% das vendas. 
 
Rolls-Royce 
Em 2019: 2 unidades, estabilidade (2018: 2) 
Mais vendidos: Cullinan (1) e Wraith (1) 
Destaque: Cullinan como 1º SUV da marca. 
 
 
Observação:  
- Resultados globais da Maserati em 2019 ainda indisponíveis; 
- Resultados da Bentley e da Cadillac no Brasil também indisponíveis. 
 
Fontes: Daimler AG / BMW Group / Audi AG / Volvo Cars / Jaguar Land Rover / Porsche AG / Bentley / Lamborghini / Abeifa / Fenabrave

Galeria: Mercedes-Benz Classe S 2018 reestilizado