Por lá, propulsor entregará 158 cv de potência e terá opção de câmbio manual ou CVT

Enquanto no Brasil o Duster chegará à linha 2021 em nova geração sem motor 1.3 turbo, na Índia a estratégia da Renault para o modelo será exatamente o contrário. Conforme relata a imprensa local, a marca prepara para abril o lançamento do novo propulsor ainda tomando como base a antiga geração do SUV. O trem de força, desenvolvido em parceria com a Daimler e já usado em carros como o Mercedes-Benz Classe A, renderá 158 cv de potência e 25,5 kgfm de torque máximo. Poderá vir ligado a um câmbio manual de 6 marchas ou a uma caixa automática do tipo CVT, sendo a principal oferta mecânica do modelo depois da validação das novas regras anti-poluição indianas, consideradas bem mais rígidas que as anteriores.

Galeria: Renault Duster Facelift - Índia

Com a nova legislação, o atual motor 1.5 turbodiesel sairá de linha e o Duster indiano passará a ser oferecido unicamente com motores a gasolina. Além do 1.3 turbo, a oferta incluirá o atual 1.5 aspirado, que receberá atualizações para se enquadrar nas novas regras BS6. Será oferecido apenas com câmbio manual e nas versões de acesso, deixando o turbo para os acabamentos mais caros. Nestas configurações, incluindo a RXZ, o Duster conta com rodas de 17 polegadas, partida por botão, ar-condicionado com acionamento remoto para resfriar a cabine, assistente de subidas, multimídia com tela de 8 polegadas, freios ABS e airbags dianteiros.

Para compensar o atraso na chegada da nova linhagem, a Renault implementou por lá uma leve reestilização ainda no ano passado (modelo azul acima). Entre outras novidades, há grade frontal redesenhada, para-choques remodelados, faróis com nova diposição interna de elementos, rodas inéditas e apliques plásticos que simulam o prolongamento das lanternas na tampa do porta-malas. O interior recebeu novo volante, novos revestimentos, novo desenho para as saídas de ar e detalhes que acompanham a cor da carroceria.

Novo Renault Duster 2021 - Brasil

Duster 1.3 turbo no Brasil só em 2021

Oposta à implementada na Índia, a estratégia da Renault para o Duster no Brasil inclui a oferta do novo motor 1.3 turbo apenas em um segundo momento. Dessa forma, a nova geração chegará ao mercado agora em março somente com motor 1.6 SCe, ficando o propulsor turbo para o início de 2021. O acerto para o mercado nacional ainda é incerto, já que além dos 158 cv gerados na Índia, o motor rende 130 cv, 150 cv ou 170 cv em outros mercados.