Crossover será lançado nos próximos meses, tendo a Europa como principal mercado

Antecipado desde a última quarta-feira (9), o lançamento de um inédito SUV compacto baseado na plataforma da nova geração do Yaris acaba de ser oficialmente confirmado pela Toyota. Em comunicado enviado à imprensa, a marca não apenas forneceu informações sobre o projeto como divulgou também o primeiro teaser da novidade, atiçando a curiosidade do público quanto ao design e o porte do novo crossover. “Você não precisará esperar muito para ver o design final, e verá que este não é apenas um Yaris com revestimentos plásticos e suspensão elevada, mas sim um SUV do segmento B inteiramente novo e distinto, com formas compactas, dinâmicas e personalidade própria”, disse Matt Harrison, vice-presidente executivo de negócios Toyota Europa.

Galeria: Toyota Yaris 2020 (Europa)

A novidade ainda não tem nome definido, mas já é certo que adotará a mesma plataforma TNGA-B do Yaris europeu. Outra certeza é que não terá relação com o recém-lançado Raize (desenvolvido especialmente para o mercado japonês), sendo um modelo de apelo mais voltado ao público da Europa. Na prática, será posicionado abaixo do C-HR (que mede 4,36 metros de comprimento) e terá pouco mais de 4 metros, de modo a brigar diretamente com Renault Captur (4,23 metros, na atual geração europeia), Nissan Juke (4,21 metros) e Ford Puma (4,19 metros). Sob o capô, são esperados os mesmos motores do hatch: 1.0 e 1.5 tradicionais, além de 1.5 híbrido.

A produção será concentrada em Onnaing, nos arredores de Valenciennes, na França, ao lado do próprio Yaris. "Este modelo contribuirá para o sucesso da Yaris na Europa e, juntos, esperamos que esses veículos representem cerca de 30% do volume de vendas da Toyota na Europa até 2025", acrescentou Harrison.

Novo SUV no Brasil

Além deste novo modelo europeu, a Toyota também trabalha no desenvolvimento de um SUV compacto para o Brasil. Detalhes sobre o projeto ainda são limitados, mas tudo indica que será produzido em Sorocaba (SP) a partir de 2021. A expectativa é que sejam adotados os mesmos motores do Corolla, incluindo 2.0 aspirado e 1.8 híbrido flex, a partir da mesma plataforma TNGA. Os principais concorrentes serão Honda HR-V, Hyundai Creta, Jeep Renegade e Volkswagen T-Cross.

Fonte: Toyota