Grupo decidiu apostar em eventos específicos

Marcado para os dias 12 a 22 de novembro, o Salão do Automóvel de São Paulo acaba de ter sua primeira baixa: BMW e Mini anunciaram nesta quarta-feira que não estarão na mostra. Veja abaixo o comunicado oficial da empresa:

O BMW Group Brasil, por meio das marcas BMW e MINI, decidiu se retirar do Salão Internacional do Automóvel 2020, em São Paulo. Essa decisão foi tomada uma vez que o BMW Group está constantemente avaliando a sua presença em feiras e outros compromissos, ao mesmo tempo em que está explorando novas plataformas e formatos alternativos. Este ano, iremos reforçar o engajamento em atividades específicas e individualizadas de experiência da marca, incluindo maior oferta de test-drives e degustações de tecnologias e serviços para clientes e fãs da indústria da mobilidade e entusiastas do prazer de dirigir.

Primeiras impressões Mini Clubman e Countryman John Cooper Works

Vale lembrar que, na Europa e nos EUA, diversas marcas têm aberto mão de participar de mostras e salões para investir em eventos próprios, ou simplesmente pelo fato de não terem uma grande novidade que justifique o (alto) investimento neste tipo de ação. Marcas como Ford, Jaguar Land Rover, PSA e Volvo, entre outras, já ficaram de fora de grandes mostras mundiais. 

No Salão de São Paulo, o caso mais recente foi da PSA (Peugeot-Citroën), que ficou de fora da exposição de 2018 mesmo tendo o C4 Cactus para exibir como lançamento.  

Galeria: Novo BMW Série 3 2019 - Salão do Automóvel