Crossover ainda misterioso será revelado na Índia dentro de poucas semanas

Especulado desde meados deste ano, o inédito SUV de entrada que a Kia prepara para mercados emergentes está aos poucos perdendo o status de segredo. Prova disso vem de reportagem recente do site Indian Autos Blog, que revela com base em registros de patente solicitados em vários países o provável batismo oficial do modelo.

Segundo a publicação, o crossover se chamará Sonet (que significa "soneto" em inglês) e atenderá ao padrão adotado pela marca de sempre batizar seus representantes no segmento com nomes começados em S (vide Soul, Seltos, Sportage, Sorento, etc). Na prática, o compacto será uma espécie de versão Kia do Hyundai Venue (galeria abaixo), obedecendo à estratégia já adotada pelos sul-coreanos em vários segmentos.

Galeria: Hyundai Venue 2020

Detalhes sobre a novidade ainda são limitados, mas tudo indica que um conceito será apresentado no início do ano que vem para avaliar a receptividade do público quanto ao design. Nesse sentido, são esperadas linhas dinâmicas e de apelo jovial, incluindo soluções como carroceria bicolor (com teto em tonalidades contrastantes) e diversas opções de personalização. Por dentro, a conectividade será bastante explorada, com direito ao mais moderno sistema de entretenimento da Kia, suporte para carregamento sem fio para celulares e, nas versões mais caras, sistema de internet a bordo. O acabamento também será diferenciado, incluindo diversas opções de textura e revestimentos, além de detalhes coloridos.

A plataforma será a mesma do Venue, o que acaba por também confirmar a mesma oferta de motores. Entre eles, destaque para o 1.0 turbo GDI com potência de 120 cv, que poderá vir associado a um câmbio automatizado de dupla embreagem. Uma opção turbodiesel também será oferecida. O lançamento oficial deve acontecer entre o final de 2020 e o início de 2021.

Em termos dimensionais, o novo SUV terá menos de 4 metros de comprimento e será posicionado abaixo do Seltos (rival de Jeep Renegade, Chevrolet Tracker e Honda HR-V), de modo a atuar nos mercados onde o Stonic (exclusivo da Europa) não é vendido. Na Índia, os principais rivais serão Ford EcoSport, Suzuki Vitara Brezza e Tata Nexon.