Estratégia de compartilhamento de plataformas vem sendo estudada

Após anos seguidos de rumores e especulações, o futuro do Pajero Full dentro da gama Mitsubishi parece que finalmente começa a ser decidido. Conforme explica reportagem no site CarsGuide, ganha força internamente a ideia de que uma geração inteiramente nova poderia ser desenvolvida em parceria com a Nissan tomando como base a plataforma do modelo Patrol. 

A aproximação com o grupo Renault-Nissan (negócio fechado em 2017 com a compra de 34% da ações) acaba por facilitar os planos, principalmente no tocante ao compartilhamento de know-how e divisão de custos. "Você nunca sabe o que a aliança pode trazer. Essa é a beleza do compartilhamento de produtos e plataformas dentro da parceria", disse em entrevista o chefe da Mitsubishi na Austrália, John Signoriello.

Galeria: Mitsubishi Pajero Full 2017

Na prática, Pajero Full e Patrol têm basicamente o mesmo porte e desenvolver uma plataforma conjunta para ambos não será problema. No entanto, há grandes preocupações no que diz respeito à eficiência energética, tendo em vista as regras anti-poluição cada vez mais rígidas. A saída seria apostar em um conjunto mecânico híbrido, segmento em que ambas as empresas têm investido bastante nos últimos anos.

Mitsubishi Pajero Full 2017
Nissan Patrol

Apesar da idade do projeto (o modelo atual nasceu originalmente em 2006, tomando como base a geração de 1999), a Mitsubishi não nega que a imagem do Full ainda é forte em muitos países, especialmente em mercados da Ásia, África e Oriente Médio. Dependendo da região, pode ser vendido com motores a gasolina 3.0 V6, 3.5 V6, 3.8 V6 e turbodiesel 2.8 e 3.2. No Brasil, é vendido com o 3.8 a gasolina de 250 cv e o 3.2 diesel de 200 cv.

Ainda não há previsão de data de lançamento dos novos Pajero Full e Patrol, já que o projeto ainda está em fase inicial. 

Fonte: CarsGuide