Nova geração já foi flagrada em testes no Brasil

Apesar de ser algo dado como certo há algum tempo, a Peugeot confirmou nesta segunda-feira (2) a nova geração do 208 na América Latina. No comunicado, a empresa reforça a produção na Argentina e afirma que a venda em nosso mercado acontecerá a partir de 2020, como importado. O informe é assinado por Ana Theresa Borsari, Country Manager da marca no Brasil.

Apresentado em fevereiro deste ano na Europa, o novo Peugeot 208 já foi flagrado na América Latina poucos meses depois. Desde então, a produção na Argentina era dada como certa, assim como a chegada no Brasil logo em seguida. Além da nova plataforma modular, CMP (preparada inclusive para a eletrificação), o novo 208 trará finalmente o motor 1.2 turbo de 130 cv como uma das opções embaixo do capô.

A produção em El Palomar deve começar no segundo semestre de 2020. No Brasil, ele conviverá com a atual geração, esta ficando como uma versão de entrada, já que o novo ficou mais refinado e moderno e, consequentemente, mais caro. "O novo 208 representará uma ruptura no segmento hatch no mercado nacional", afirma Ana Theresa no comunicado.

Peugeot 208 2020
Peugeot 208 2020

A fábrica de Porto Real (RJ) também passa por atualizações para a produção de modelos com esta nova plataforma. Para o Brasil, é esperada a produção da nova geração do 2008, com exportação do SUV para outros mercados como a própria Argentina. Modelos da Citroën, como um substituto para o C3, também poderão ser feitos em uma das duas fábricas da América Latina.

Peugeot e-208, elétrico, não só para a cidade

O novo Peugeot 208 é um dos lançamentos mais importantes da marca globalmente nos últimos anos. Trouxe elementos de modelos maiores, como o 3008, para um segmento que ganha cada vez mais tecnologias e terá como principal oponente em nosso mercado o VW Polo - apesar de a marca francesa declarar que não está preocupada com participação de mercado, mas sim com lucros.