Apresentação acontece em 2020, logo depois do hatch

O Audi A3 Sedan é o único que segue sendo produzido em São José dos Pinhais (PR), agora que o SUV Q3 vem importado da Hungria. O presidente da Audi do Brasil já confirmou que ele segue assim até o fim de 2020, mas eis o motivo para esta data marcada para seu fim. A nova geração já roda em testes com camuflagem leve e será apresentado em 2020. 

Como o hatch, o A3 Sedan manterá a plataforma MQB, mas ganhará dimensões para ficar mais espaçoso. Ele se prepara para enfrentar uma nova leva de concorrentes, chamados Mercedes-Benz Classe A Sedan e BMW Série 2 Gran Coupé, que estão de olho em um segmento praticamente inventado pelo Audi. 

Galeria: Flagra - Audi A3 Sedan 2021

O desenho mantém sua identidade conhecida, algo que os designers tratam como "evolutivo". Também reconhecemos elementos do Audi A4 e os faróis com uma "aba" para baixo, como no Q8. Na traseira, mantém as lanternas em duas peças. Por dentro, deverá ter o mesmo estilo que vemos no A4 e novos equipamentos, como piloto automático adaptativo, assistente de faixa e a central multimídia com a nova interface. Elementos do novo Q3 deverão estar no novo A3 hatch e Sedan.

Flagra - Audi A3 Sedan 2021

Sua vinda ao Brasil em 2021, além de quase certa, é praticamente uma obrigação. É um dos modelos da Audi mais vendidos no país e o primeiro de um segmento que trouxe o Mercedes-Benz Classe A Sedan e trará em 2020 o BMW Série 2 Gran Coupé. São opções mais acessíveis aos Audi A4 (que terá uma reestilização e ganhará mais equipamentos e preço em 2020), Mercedes-Benz Classe C e BMW Série 3. 

A produção é uma incógnita nesta fase. A própria Audi espera algumas definições para a produção do novo Q3 no Brasil e o mesmo deve se repetir com o A3 Sedan. Este, aliás, se a marca participar do Salão do Automóvel de 2020, deve aparecer no estande. A apresentação global acontece no começo de 2020, pouco depois do hatch, mas sem data exata.