Versão global do sedã aparece em Los Angeles com motor 2.0 de 151 cv e câmbio CVT

Meses após sua estreia na China, onde é conhecido com Sylphy, o novo Nissan Sentra é revelado em sua versão global, com o mesmo design visto na Ásia. Produzido em Aguascalientes (México), o sedã médio ganhou um novo motor 2.0 aspirado de 151 cv, aposentando 1.8 que equipava o modelo nos EUA, além de mais equipamentos de segurança de série, como frenagem automática de emergência e alerta de ponto cego. No Brasil, a fabricante diz que ainda estuda se trará a nova geração ao nosso mercado.

Galeria: Nissan Sentra 2020

O Nissan Sentra é o carro da marca que mais vendeu nos EUA e a empresa espera que a oitava geração mantenha o título. Para isso, apostou em uma transformação completa do sedã, mudando o design para que tenha elementos mais esportivos como de outros carros da empresa, como o GT-R ou o Maxima, além de um interior mais refinado do que o modelo anterior.

Adota a plataforma modular CMF-C/D, versão para modelos médios e usada também pela Renault no novo Mégane. Agora tem 4,64 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,45m de altura e 2,71 m de entre-eixos. É um 1 cm a mais de comprimento e de entre-eixos, enquanto a largura aumento 5 cm e a altura foi reduzida em 5 cm.

Estas alterações em suas medidas foram usadas para mudar o seu centro de gravidade, deixando-o mais na mão nas curvas. A suspensão traseira de eixo de torção foi substituída por uma independente, enquanto a dianteira é McPherson. A Nissan ainda melhorou o isolamento acústico para reduzir os ruídos. A direção elétrica de pinhão duplo melhora a resposta do volante e recebeu freios a disco ventilados a partir da versão SV.

2020 Nissan Sentra
2020 Nissan Sentra

A motorização passou por uma mudança, aposentando o motor 1.8 aspirado de 125 cv e 17,2 kgfm para usar um 2.0 de 151 cv e 20 kgfm de torque. Ainda não há informações se receberá o 1.6 turbo de 191 cv usado pelo Sentra anterior nos EUA. Também não foi dito se este motor substituirá o 2.0 de 140 cv que equipa a versão mexicana – e que é oferecida no Brasil. A única opção de câmbio é a automática do tipo CVT.

Nos EUA, o novo Nissan Sentra será vendido em três versões: S, SV e SR, ainda sem preços revelados. A marca não falou muito sobre os equipamentos. Sabemos que terá o pacote Safety Shield 360 de série, com frenagem automática de emergência com detecção de pedestres, alerta de ponto cego, alerta de tráfego cruzado traseiro, alerta de saída de faixa, assistente de farol alto e frenagem automática para movimentos em marcha ré.

2020 Nissan Sentra
Nissan Sentra 2020

A versão SV terá rodas de liga leve de 16 polegadas, central multimídia com Apple CarPlay e Android Auto, computador de bordo com tela TFT de 8”, sistema de som com seis alto-falantes, ar-condicionado automático de duas zonas, controle de cruzeiro adaptativo e mais. A variante SR recebe rodas de 18”, faróis em LED com iluminação diurna e um visual mais esportivo.

Em estudos para o Brasil

Até o momento, a fabricante não confirma se trará o novo Nissan Sentra ao Brasil. Durante o Salão de Tóquio (Japão), Motor1.com conversou com Marco Silva, presidente da marca para o nosso mercado, e o executivo disse que, apesar do interesse em vendê-lo por aqui, ainda está estudando se ele teria espaço por aqui, devido à queda do segmento dos sedãs médios e a preferência dos clientes pelos SUVs nesta faixa de preço.

Galeria: Nissan Sentra 2020 - Fotos ao vivo