Rival do Jeep Wrangler estreará na primavera do ano que vem, diz a marca

Apesar de toda a expectativa criada há cerca de dois anos, quando oficializou os planos de trazer de volta ao mercado o icônico SUV Bronco, a Ford ainda não havia confirmado uma data exata para o aguardado retorno. Agora, finalmente, a espera acabou.

Em anúncio realizado nesta semana, a marca não só divulgou novos teasers do modelo como adiantou que a estreia definitiva acontecerá na primavera de 2020. Ou seja, a apresentação será no primeiro semestre do ano que vem, entre março e junho. O local do evento ainda não foi revelado, mas as principais apostas recaem sobre o Salão de Nova York, que tradicionalmente acontece em abril.

Galeria: Flagra: Ford Bronco 2020

Como já dito, o novo Bronco voltará ao mercado como parte da ambiciosa e arriscada estratégia da Ford de focar apenas em SUVs e picapes. A ideia é aproveitar o boom vivido atualmente por ambas as categorias e deixar de lado segmentos em declínio, como o de sedãs e minivans. Segundo estimativas da marca, os SUVs responderão por mais de 50% das vendas totais de veículos nos Estados Unidos nos próximos dois anos. O utilitário terá o Bronco original como grande fonte de inspiração para o design, mas do ponto de vista tecnológico será altamente avançado. A capacidade off-road será um dos principais destaques e, nesse quesito, espere por diferentes modos de condução, como na picape F-150 Raptor.

Protótipos atualmente rodam em testes usando uma variação encurtada da carroceria da Ranger (fotos) e confirmam o lançamento da variante de duas portas (referência ao modelo original). No entanto, o projeto inclui também o desenvolvimento de uma variante alongada, com quatro portas. Nada mais estratégico para a Ford do que oferecer as duas opções, tendo em vista que o Jeep Wrangler (oferecido em ambas as configurações) será o principal rival. Além disso, o modelo será semelhante ao Wrangler no sentido de facilitar a remoção completa de algumas peças, especialmente teto e portas, que poderão ser armazenados na área de carga traseira. O recurso é bastante usado por adeptos de off-road pesado e aventuras ao ar livre.

Bronco Motor Math Lead

Já é certo também que o utilitário fará uso de um inédito câmbio manual de 7 marchas, cujo desenvolvimento está sendo tocado pela Getrag. Será uma oferta é bastante inusitada levando-se em conta o mercado atual. No Bronco, a novidade será mais um apelo para marcar o retorno ao mercado, além de uma vantagem sobre o Wrangler (que tem câmbio manual de "apenas" 6 marchas). De todo modo, esta não será a única opção de transmissão e muito menos a mais procurada, já que uma caixa automática de 10 marchas também estará disponível e certamente será a opção mais popular. A gama de motores será formada pelos propulsores 2.7 V6 e 3.5 V6 da família EcoBoost, com potência na casa dos 300 cv.

Fontes ligadas à Ford afirmam que, além de retorno do SUV, a ideia da marca é criar uma verdadeira família de veículos sob a assinatura Bronco. Não por acaso, além das carrocerias de 2 e 4 portas com construção sobre chassi, o modelo terá uma espécie de versão 'baby' desenvolvida sobre a plataforma do Escape, com estrutura monobloco. Chegará ao mercado também em 2020 e poderá se chamar Bronco Adventurer ou Bronco Sport. Além disso, há planos para uma picape, também monobloco, aos moldes da Fiat Toro, já flagrada em testes e por enquanto especulada como Bronco Courier ou Bronco Ranchero.

Fonte: Ford Motor Company via YouTube