Modelo faz parte da ofensiva EV que terá 10 modelos até 2023

O Grupo VW finalmente vai começar a produção de seu primeiro modelo elétrico feito sobre a plataforma MEB, quando o ID.3 iniciar sua montagem na planta de Zwickau na próxima segunda-feira. Mas o hatch de zero emissão é apenas a ponta do iceberg de uma série de EVs que a marca vai lançar nos próximos anos, incluindo o ID.4 (nome ainda não confirmado), crossover elétrico antecipado pelo conceito I.D. Crozz em 2017.

Galeria: VW ID.4 - Teaser

Prometendo dirigibilidade de Golf GTI - ao menos na versão conceitual -, o crossover elétrico será lançado como modelo de produção em 2020. Enquanto ele não chega, a VW mostra um teaser do modelo na China, país que terá sua própria produção do ID.4 no ano que vem. Junto com o ID.3, ele será ofertado no mercado chinês por meio da joint-venture SAIC-VW. 

O ID.4 mostrado visto aqui é basicamente a versão pré-produção do conceito visto no Salão de Frankfurt de dois anos atrás. O que conseguimos ver por enquanto são detalhes como faróis, lanternas e maçanetas funcionais, no entanto, a camuflagem que invade até os vidros ainda não deixa pistas sobre o desenho e acabamento da cabine.

VW Tacqua
VW Tacqua é uma derivação do T-Cross
VW Viloran
Já a VW Viloran é uma minivan exclusiva para a China

Além dos ID.3 e ID.4, os planos de eletrificação da VW para a China inclui o lançamento de 10 carros híbridos plug-in até o fim de 2020, baseados em modelos já existentes. Até 2023, nada menos que 10 carros elétricos com a plataforma MEB serão vendidos no mercado chinês. 

Em adição aos elétricos, a VW ainda mostrou o crossover compacto Tacqua (uma versão do nosso T-Cross) e a minivan Viloran, esta específica para aquele mercado. 

Por fim, a VW promete revelar mais um conceito da família I.D. no dia 19 de novembro. Fique ligado!

Fotos: divulgação