Lançado em 2018, o Jetta atual ainda tem muito chão pela frente, mas isso não nos impede de imaginar como ele ficaria com a cara do Golf

O Jetta já foi um carro global da Volkswagen, vendido tanto na Europa quanto na América e com um sucesso relativo nos dois lados. Hoje ,a situação é bem diferente, pois o sedã é comercializado somente do lado de cá e ficou bem longe do Velho Continente. Será que há espaço para uma nova geração do sedã na linha da marca? Depois de ver esta projeção, acreditamos que sim.

O novo Golf serve de base para o novo sedã, mostrado nestas imagens. Está com proporções interessantes e a adição de um porta-malas saliente não estragou o design do carro. Mesmo as lanternas, que mantiveram o formato usado no hatchback, se encaixaram bem. Porém, não podemos nos animar muito, já que a VW costuma usar uma identidade visual diferente no Jetta.

Galeria: Volkswagen Golf 8 Sedan - Projeção

É difícil acreditar que a Volkswagen consideraria lançar uma nova geração do Jetta na Europa. As vendas de sedãs continuam a cair no Velho Continente, com os clientes indo para crossovers e SUVs. A marca alemã ainda oferece o Passat e o Arteon, que devem seguir como as únicas opções de três-volumes para o mercado europeu.

Por aqui, o Volkswagen Jetta continua bem vivo, com o lançamento da versão GLI com design esportivo e motor 2.0 turbo de 230 cv. O nome Jetta também será usado pela empresa para uma nova marca de carros na China, que terá um sedã e dois SUVs. E nenhum deles é baseado no novo Golf.

Levará muito tempo para conhecermos uma nova geração do Volkswagen Jetta. O modelo atual foi revelado nos EUA no início de 2018, começando a ser vendido no Brasil em setembro do ano passado. Considerando o tempo de vida médio de sete anos dos carros, um novo Jetta só seria mostrado por volta de 2025.

Fonte: Kolesa.ru