Versão global do sedã tem chance de ser apresentada em novembro, durante o Salão de Los Angeles

A Nissan prepara o lançamento da nova geração do Sentra em sua versão global. O sedã já apareceu na forma do Sylphy, vendido na China. E, em agosto, nossos espiões fotografaram o carro com pouca camuflagem, conseguindo imagens até do interior, que mostrava ter câmbio manual de seis marchas. Porém, o site Cars Direct, que cita um guia de encomenda do sedã, diz que a versão manual não será oferecida nos Estados Unidos, além de ter um motor 2.0 mais potente que o atual.

Galeria: Nissan Sentra 2019 (China)

De acordo com a publicação, o documento mostra apenas uma opção de motor para o Sentra: o 2.0 aspirado de quatro cilindros, combinado a um câmbio automático do tipo CVT. Ficaram de fora a transmissão manual de seis posições e o 1.6 oferecido na China. E nada do 1.6 turbo de 191 cv que equipa o Sentra atual nos EUA. Este 2.0 é mais potente, entregando 151 cv e 19,9 kgfm de torque, contra os 125 cv e 17,2 kgfm do 1.8 de entrada do Sentra norte-americano. No Brasil, o Sentra vem do México com motor 2.0 de 140 cv. 

É importante lembrar que este documento pode mudar até o lançamento, já que a apresentação ainda não tem data definida. Há chances de que a Nissan comece as vendas do novo Sentra apenas na versão 2.0 com câmbio CVT, introduzindo outras motorizações em um segundo momento. Isso explicaria porque nossos espiões flagram uma unidade manual em testes.

A oitava geração do Nissan Sentra adota um novo design externo inspirado no Altima, enquanto a cabine herda elementos do Kicks. Ficou bem mais equipado com a adição do Nissan Safety Shield 360, pacote de tecnologias que inclui aviso de ponto cego, farol alto automático e frenagem automática de emergência. Ele será de série em toda a gama do sedã. Também trocou a suspensão traseira de eixo de torção para um sistema independente multilink.

Com o Salão de Los Angeles cada vez mais próximo, há uma boa chance de que a Nissan apresente o novo Sentra global no evento. Ficaremos de olho.

Fonte: Cars Direct