Apesar do acirramento da concorrência, Toyota não parece não ter interesse neste nicho

Apesar do acirramento da concorrência e em especial do sucesso da Ford Ranger Raptor, a Toyota parece não ter interesse em lançar uma versão especialmente preparada para a picape Hilux. Em entrevista concedida recentemente, o diretor de vendas e marketing da marca na Austrália, Sean Hanley, declarou que analisa as movimentações das rivais, mas que planos internos nesse sentido não são prioridade. “Não temos planos firmes fora da programação que temos atualmente, que já está indo muito bem por si só. Certamente estamos observando esse mercado com muito cuidado e ele está se movendo rapidamente", disse.

Galeria: Toyota Hilux GR-S - Salão de SP 2018

Na concepção do executivo, ficar fora deste nicho não renderá prejuízos à Hilux e muito menos afetará a posição de liderança em vendas da picape. "Estamos cientes da concorrência e sabemos da importância da Hilux para o mercado australiano. Portanto, você pode ter certeza de que não nos renderemos tão cedo dessa posição de liderança", afirmou.

Só em 2018, o modelo emplacou no mercado local mais de 51 mil exemplares. Mesmo descartando o lançamento neste momento, Hanley deu ideia de como poderia ser a novidade. "Teria que ter desempenho, além de fazer sentido dinamicamente. Mas não temos planos em torno disso", completou.

Na prática, a única versão preparada da Hilux continua sendo a variante GR Sport, vendida somente em mercados da América do Sul e na África do Sul. Passa longe do nível de preparação da Ranger Raptor, tendo apenas modificações no visual e na suspensão, mantendo intocado o propulsor 2.8 turbodiesel de 177 cv. Para os próximos meses, porém, a Toyota promete ampliar o portfólio com a oferta de uma motorização V6 a gasolina. 

Fonte: Wichcar