Crossover tem 3,99 metros de comprimento e usa versão mais simples da plataforma do Corolla

Dois anos depois de mostrar o conceito DN Trec, a Daihatsu apresenta agora no Salão de Tóquio o novo Rocky, um crossover compacto de apenas 3,99 metros de comprimento que começará a ser vendido ainda neste ano no Japão. Ele dará origem a um SUV pequeno da Toyota, que pode ser batizado como Rise e que será revelado no dia 4 de novembro – com grandes chances de antecipar o futuro crossover que a fabricante produzirá no Brasil.

Galeria: Daihatsu Rocky - Salão de Tóquio 2019

O novo SUV compacto da Daihatsu ainda não tem nome oficial, embora a revista BestCar adiante que ele já foi apresentado para os concessionários como Rocky. É o segundo carro da marca a usar a plataforma DNGA, uma versão mais barata da arquitetura TNGA do novo Corolla. Ele foi desenvolvido para ser um modelo compacto, com 3,99 metros de comprimento, 1,69 m de largura, 1,62 m de altura e 2,52 m de entre-eixos, enquanto o peso é de somente 980 kg.

É movido por um motor 1.0 12V turbo de três cilindros, entregando 98 cv a 6.000 rpm e 14,3 kgfm entre 2.400 rpm e 4.000 rpm, em conjunto com um câmbio automático do tipo CVT. Terá versões de tração dianteira e integral.

Daihatsu Rocky - Salão de Tóquio 2019
Daihatsu Rocky - Salão de Tóquio 2019

O crossover foi desenvolvido para que a Toyota tivesse uma versão própria, que a mídia japonesa adianta que será batizada como Rise. A apresentação do modelo acontecerá no dia 4 de novembro, ele terá alcance global. O porte diminuto faz com que ele não seja exatamente o modelo que a fabricante fará em Sorocaba (SP), mas a Toyota deve aproveitar muito desse projeto para desenvolver um SUV compacto maior e mais de acordo com nosso mercado. A ver.

Fotos: Fábio Trindade