Nova geração exclusiva da Europa adota plataforma GA-B e fica 20% mais eficiente

À venda nos mercados da Europa desde 2011, a chamada geração XP130 do Toyota Yaris acaba de ser oficialmente aposentada. Para enfrentar concorrentes recém-renovados como Peugeot 208, Renault Clio e Opel Corsa, a gigante japonesa apresenta nesta semana o todo-novo Yaris 2020, desenvolvido sobre uma plataforma inédita e enquadrado esteticamente na mais recente filosofia da empresa. Como acontece hoje, a produção para abastecer o mercado europeu continuará concentrada na fábrica de Valenciennes, no norte da França, que recentemente recebeu 300 milhões de euros em investimentos e já produz o compacto desde 2001.

Galeria: Toyota Yaris 2020 (Europa)

Na contramão do que geralmente acontece no mercado, a Toyota optou por não espichar o Yaris nesta nova geração, deixando-o 5 mm mais curto e 40 mm mais baixo. No entanto, ampliou a largura em 50 mm e a distância entre-eixos em 55 mm, otimizando a oferta de espaço interno para os ocupantes (principalmente os que viajam no banco traseiro). Na prática, as novas medidas deixaram o compacto mais estável e aerodinâmico, principalmente graças ao centro de gravidade 15 mm mais baixo. A plataforma é a conhecida base modular TNGA, já oferecida no Prius, na RAV4 e no Corolla, mas pela primeira vez aplicada em um veículo de pequeno porte - e por isso renomeada para GA-B.

Toyota Yaris 2020 (Europa)
Toyota Yaris 2020 (Europa)

Além da dinâmica e da dirigibilidade, a nova arquitetura é responsável por fazer do Yaris 2020 o compacto urbano mais seguro do mundo, segundo a Toyota. Entre outras novidades, a marca aperfeiçoou os sistemas de direção, piloto automático adaptativo, anti-colisão e alerta de mudança de faixa, além de adicionar um inédito airbag central programado para entrar em ação no caso de impactos laterais. Todas as versões, desde o modelo mais básico, serão equipadas com estes recursos, inseridos no que a marca chama de Toyota Safety Sense (TSS). A empresa garante ainda que desenvolveu o modelo para fazê-lo alcançar a melhor classificação na proteção dos ocupantes nos mais rigorosos testes de impacto.

Na mecânica, destaque para o sistema Hybrid Dynamic Force que toma como base um motor 1.5 de três cilindros movido a gasolina. Segundo a Toyota, o novo conjunto está 15% mais potente que o anterior (embora não tenha divulgado números) e 20% mais eficiente em termos de consumo combustível. Além disso, possui  eficiência térmica de 40% (mais alta que os motores a diesel típicos) e emite níveis baixíssimos de CO2, tendo agora uma bateria 27% mais leve que a anterior. Desde 2012, quando foi lançado, o Yaris Hybrid já teve mais de 500 mil unidades vendidas na Europa, o que o torna um modelo imprescindível no portfólio local. Em mercados selecionados, também serão oferecidos motores tradicionais 1.0 e 1.5, sempre a gasolina.

Toyota Yaris 2020 (Europa)

E no Brasil?

Por aqui, a Toyota optou por lançar o Yaris em versão asiática e não europeia. Apesar disso, este novo modelo traz importantes dicas sobre o que a marca prepara para o futuro. A plataforma TNGA GA-B, por exemplo, poderá ser adotada na próxima geração do modelo nacional, assim como no futuro SUV compacto que deve chegar ao mercado 2021. A versão TNGA GA-C desta arquitetura, vale lembrar, já é adotada pelo novo Corolla feito em Indaiatuba (SP). Além disso, o design poderá ser usado como importante fonte de inspiração, tendo em vista que a própria marca já confirmou que implementará linhas mais emocionais e chamativas em todos os seus novos modelos.

Fonte: Toyota