Marca convoca 7.471 unidades fabricadas entre maio e julho e que devem voltar às concessionárias

Lançado no mercado brasileiro no final de fevereiro, o Volkswagen T-Cross acaba de passar por seu primeiro recall. Em anúncio oficial, a marca convoca de volta às concessionárias proprietários de 7.471 unidades fabricadas entre maio e julho para reparar falhas identificadas na fabricação do eixo traseiro. Dependendo do caso, a montagem realizada fora das especificações do produto eleva a possibilidade de trinca da peça, com consequente surgimento de ruídos. "Em casos extremos, haverá contato do pneu com o revestimento da caixa de roda e desalinhamento do volante, com o comprometimento da dirigibilidade do veículo e risco de acidentes com danos físicos e materiais aos ocupantes e a terceiros", diz a nota.

Galeria: Volkswagen T-Cross 200 TSI Comfortline

O reparo começará a ser realizado a partir do dia 21 deste mês de outubro e consiste na verificação e, se necessário, substituição de todo o eixo traseiro. O tempo estimado de inspeção será de 20 minutos, mas se for preciso trocar a peça o serviço deverá ser feito em 4 horas e 20 minutos. Todas as unidades envolvidas foram fabricados em São José dos Pinhais (PR) de 3 de maio a 22 de julho deste ano, com chassis não sequenciais de L4006098 a L4028156. Informações adicionais estão disponíveis pelo telefone 0800-019-8866.

O serviço, como determina a lei, é gratuito. A VW explica que os clientes serão informados através de anúncios de TV e internet, além de cartas.

Fotos: Divulgação