Modelo foi desenvolvido em parceria com chineses e deve ser produzido no Uruguai

A Peugeot aproveitou sua apresentação na Fenatran, o maior evento de transporte rodoviário da América Latina, para dar um spoiler de um lançamento até então não confirmado: sua futura picape média. O modelo apareceu em uma imagem meramente ilustrativa, de uma picape sob panos, apenas para dizer que ela virá ao Brasil quando for lançada. A estreia global é esperada para 2021.

Galeria: Changan Kaicheng F70

Faz tempo que a Peugeot quer voltar ao segmento de picapes e com um investimento correto – a fabricante até tem um modelo na África, baseada na Nissan Frontier de 1997. Esta nova picape foi desenvolvida do zero em parceria com a chinesa Changan e terá capacidade para uma tonelada e construção de chassi sobre longarina, feita para ser vendida em mercados globais.

A picape já fez sua estreia na versão da Changan, chamada Kaicheng F70 e que adianta muito do que veremos na futura Peugeot. Mede 5,33 metros de comprimento, 1,93 m de largura, 1,87 m de altura e 3,18 m de entre-eixos. A variante chinesa utiliza um motor 2.5 turbodiesel da japonesa Isuzu, enquanto o modelo da Peugeot deve adotar o 2.0 BlueHDI de 180 cv da própria marca, com câmbio automático e tração 4x4.

Na parte visual, a futura picape da Peugeot deve receber uma nova frente, mais alinhada à identidade atual da empresa, usada em seus SUVs. O interior da Kaicheng F70 já é muito próximo do estilo usado pela marca francesa, com os comandos do ar-condicionado imitando teclas de piano e um painel de instrumentos digital. Espere por um novo volante e mudanças de acabamento.

Changan Kaicheng F70
Changan Kaicheng F70

Sem dar detalhes sobre a picape ou nem mesmo quando irá lançá-la, a Peugeot apenas usou o modelo para mostrar que ainda tem espaço para crescer no Brasil em outros segmentos. Sua produção pode acontecer no Uruguai, na fábrica de Nordex, onde a fabricante já monta as vans Peugeot Expert e Citroën Jumpy. Isso porque o complexo uruguaio já está virando referência no segmento de comerciais leves. E, com a picape no Uruguai, a fábrica argentina de El Palomar fica livre para produzir os carros da plataforma CMP, como as novas gerações de 208 e 2008.