Além de mais um modo de condução, SUVs ganham 5 cv e 2,1 kgfm de torque

A Volvo está oferecendo aos proprietários dos modelos XC60 e XC90 das atuais gerações com motor D5 (turbodiesel) a opção de atualização do software de controle do motor e transmissão. Com isso, se obtém aumento de potência e melhora em conduções mais esportivas, inclusive com um novo modo de condução selecionável. 

Volvo XC60 Híbrido x Diesel

Com este software, o modo Dynamic é substituído pelo Polestar Engeneered, com novos parâmetros principalmente para o câmbio e o sistema de tração. O motor 2.0 biturbodiesel vai dos 235 cv para 240 cv, com torque passando dos 48,9 kgfm de 1.750 a 2.250 rpm para 51 kgfm de torque de 1.500 a 2.500 rpm. Quando selecionado este modo de condução, o câmbio segura as marchas mais tempo e o sistema de tração recebe mais força no eixo traseiro nas acelerações, aumentando a sensação de esportividade. 

O valor da atualização é de R$ 7 mil e está disponível nas 36 concessionárias da marca no Brasil. Sem a atualização, o XC60 D5 acelerou de 0 a 100 km/h em 8,3 s no nosso teste instrumentado. 

Galeria: Comparativo: Volvo XC60 híbrido x diesel