Latin NCAP ainda deu quatro estrelas para o Ford Ka indiano que é vendido no México

O Latin NCAP, entidade que faz testes de segurança com os veículos vendidos na América Latina, revela mais uma rodada de crash-test, a segunda no mês de setembro. Desta vez, foram avaliados os Volkswagen Jetta e Tiguan produzidos no México e vendidos no Brasil, além do Ford Ka produzido na Índia e que é comercializado no mercado mexicano. Os modelos da VW obtiveram a nota máxima de cinco estrelas, enquanto o hatch da Ford tirou quatro estrelas.

'

Tanto o Volkswagen Jetta quanto o Tiguan tiveram um resultado muito próximo, oferecendo boa proteção na região da cabeça e das pernas, enquanto o tórax do motorista foi considerada "adequada". A mesma coisa aconteceu no teste de impacto lateral e de poste, sendo que neste último, o Latin NCAP diz que a região do peito foi a que teve a menor proteção, com uma nota "marginal".

Volkswagen Tiguan - Latin NCAP
'
Volkswagen Jetta - Latin NCAP

A estrutura foi considerada estável, assim como a área dos pés, com uma deformação insignificante. As únicas críticas feitas pelo Latin NCAP é que não tem sinalização e instruções para uso do Isofix de acordo com os requisitos da associação; e pelo Jetta ter aberto um pouco da porta no impacto lateral - isso fez com que perdesse um ponto. Ainda assim, se saíram bem o suficiente para receber cinco estrelas tanto para adultos quanto para crianças.

'
Ford Ka (Figo) - Latin NCAP

Já o Ford Figo, versão do Ka produzida na Índia e que é vendida no México, ganhou quatro estrelas para adultos e quatro para crianças. É um resultado melhor do que o Ka brasileiro produzido em Camaçari (BA), já que ele tem controle de estabilidade de série, item obrigatório para receber notas acima de três estrelas. De acordo com o Latin NCAP, o hatch mostrou uma estrutura instável e conta com áreas de risco atrás do painel. Não fez o teste de poste por não ter airbags de cortina de série. 

Galeria: Latin NCAP - VW Jetta