Quarta geração do jipinho virá importada do Japão em três versões

Apresentado no Salão do Automóvel, no ano passado, o novo Suzuki Jimny está fazendo os últimos ajustes antes de sua estreia no Brasil. A quarta geração começará a ser vendida no último trimestre e foi avistada por Motor1.com sem nenhuma camuflagem. Virá importado do Japão, convivendo com a geração atual produzida em Catalão (GO), em uma versão manual e duas automáticas. Preços devem começar em R$ 90 mil.

Galeria: Suzuki Jimny 2019 - Primeiras impressões

Não havia motivo para camuflagem no Suzuki Jimny 2020, afinal, esta nova geração já foi exibida oficialmente no Salão de São Paulo. A unidade fotografada por Motor1.com era da versão 4Style, a mais cara e equipada, com itens como controle de estabilidade e tração, assistente de descida, multimídia com tela de 7” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, ar-condicionado automático e mais. Ainda existirá a versão 4You, de entrada.

O motor é um 1.5 aspirado de 108 cv e 13,2 kgfm, enquanto as opções de transmissão serão a manual de 5 marchas ou automática de 4 posições, sempre com tração 4x4 e reduzida. De acordo com a fabricante, estes números são o suficiente para o jipinho, devido ao seu baixo peso (até 1.135 kg). No Japão, ele também é oferecido em uma versão menor e com motor de 660 cilindradas, usado pela Suzuki em kei cars.

Suzuki Jimny 2019 - Primeiras impressões
Suzuki Jimny 2019 - Primeiras impressões

Enquanto a estreia não acontece, o novo Suzuki Jimny já aparece no site da fabricante, batizado como Jimny Sierra, como forma de diferenciá-lo do atual. O nome é usado também em outros mercados, principalmente no Japão, onde o jipinho existe nas versões de 3,39 metros de comprimento e a Sierra, com 3,64 m.

Fotos: Leonardo Fortunatti e arquivo Motor1.com