Propulsores 1.6 e 1.8, que equipam veículos Fiat e Jeep, são produzidos em Campo Largo

Adquirida em 2008, a fábrica de motores do grupo FCA em Campo Largo, no Paraná, alcança nesta semana a produção de 1,5 milhão de unidades. Responsável pela fabricação dos propulsores 1.6 e 1.8 da família E.Torq, a planta é uma das principais unidades fabris da empresa na América Latina.

Além de abastecer veículos das marcas Fiat e Jeep produzido em solo brasileiro, a fábrica também exporta motores para Argentina, Itália e Turquia.

Jeep Renegade x Honda HR-V

As operações envolvem ao todo o trabalho de 400 colaboradores e têm como diferencial a adoção de tecnologias integradas à chamada Indústria 4.0 (conceito que engloba o uso de novas tecnologias nos principais processos, incluindo automação de tarefas e controle de dados e informações).

Galeria: Fiat Cronos Precision MT

“A planta de Campo Largo é um centro de excelência na produção de motores e um ativo fundamental para a estratégia da FCA não somente no Brasil, mas globalmente”, afirmou o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa.

Fiat Toro 2020 Lançamento

Entre os modelos que usam propulsores da família E.Torq, destaque para os Fiat Argo, Cronos, Toro, Palio Weekend e Grand Siena, além do Jeep Renegade.

Fonte: FCA