Nova geração chegará ao mercado em 2023 e promete superar os 450 cv

Apesar do desejo dos consumidores mais puristas de que a tradição seja realmente preservada, a Audi Sport (divisão de alta performance da montadora alemã) não escapará das mudanças tecnológicas vividas pela indústria automobilística. Prova disso é que, além da preparação de SUVs esportivos (algo inimaginável até alguns anos atrás), a marca também passará a investir em eletrificação. De acordo com matéria recente da revista britânica Autocar, essa mudança poderá ser vista na próxima geração da perua RS4 Avant, que trocará o tradicional motor 2.9 V6 biturbo por um conjunto híbrido do tipo plug-in. O objetivo será reduzir as emissões e, ao mesmo tempo, otimizar o desempenho.

Galeria: Audi RS4 Avant 2020 - Projeção

A informação foi antecipada pelo diretor-gerente da Audi Sport, Oliver Hoffmann, o que afasta qualquer possibilidade de se tratar de mero rumor ou especulação. No entanto, os planos não são imediatos. Segundo a publicação, a atual RS4 Avant ainda passará por uma atualização de meia-vida e manterá intacto o conjunto protagonizado pelo propulsor 2.9 V6 biturbo de 450 cv. Apenas em 2023 é que acontecerá a transição para o powertrain híbrido. Atualmente, a perua aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 4,1 segundos e alcança 280 km/h de velocidade máxima. Com a eletrificação, a expectativa é que estes números sejam ainda mais animadores.

Vale lembrar que a Audi Sport já começou a adotar a eletrificação em modelos como o RS6 Avant e o RS7 Sportback 2020, que contam com um sistema híbrido-leve de 48V. Além disso, há grandes chances de a próxima geração do R8 ser híbrida ou totalmente elétrica.

Fonte: Autocar