A partir de agora, todas as versões contam com frenagem de emergência e assistente de faixa

A Chevrolet começa a distribuir a linha 2020 do SUV Equinox nos Estados Unidos com uma série de novidades no quesito segurança. A partir de agora, todas as versões do modelo (leia-se acabamentos L, LS, LT e Premier) passam a contar com um amplo pacote de recursos que até então estavam disponíveis apenas como opcionais ou nas configuração topo de linha. Entre os principais, destaque para frenagem automática de emergência, alerta de colisão, indicador de distância, assistente de mudança de faixa e faróis com tecnologia IntelliBeam. A mudança foi vista como um enorme avanço da General Motors e reflete a preocupação cada vez maior do consumidor com recursos de segurança ativa.

Galeria: Avaliação Chevrolet Equinox

Até então, a GM normalmente oferecia pacote semelhante de equipamentos apenas de maneira restrita (ou seja, como opcional ou apenas nas versões mais caras). Além disso, a estratégia reflete grande preocupação da marca com o fortalecimento da concorrência - rivais como Toyota RAV4 e Honda CR-V também passaram a oferecer vários recursos de segurança ativa como padrão em toda linha. Recentemente, a CEO da GM, Mary Barra, foi questionada por um analista financeiro sobre o fato de a empresa oferecer menos recursos de segurança ativa padrão do que a concorrência.

No mais, o Equinox segue oferecido no mercado norte-americano com motores 1.5 turbo de 172 cv e 2.0 turbo de 262 cv - o propulsor 1.6 turbodiesel de 139 cv disponível até então foi retirado do catálogo. O câmbio é sempre automático, seja de 6 ou 9 marchas. Para o ano que vem está previsto o lançamento de uma versão reestilizada e protótipos, inclusive, já estão rodando em testes.

Equinox no Brasil

Por aqui, o Equinox é oferecido com detector de pedestre com auxílio de frenagem desde a linha 2019, mas apenas na versão topo de linha Premier. Fica a expectativa para que a marca acompanhe a estratégia da matriz americana e passe a disponibilizar mais recursos como padrão também no mercado brasileiro.

Fonte: GM Authority