Quadrado como sempre, mas com design mais moderno

Depois de diversos flagras, desde o interior até a silhueta em um desenho do painel, o novo Defender aparece agora "limpo" graças ao Instagram shedlocktwothousand. Fotografado no set de filmagens do 25º filme de James Bond, chamado "No Time To Die", o lendário modelo off-road não tem nenhuma camuflagem em sua carroceria "caixote", e revela bastante do novo design. 

A próxima geração do Defender manterá o visual quadrado dos antecessores, mas com toques modernos, alinhados aos atuais modelos da Land Rover. Os faróis redondos básicos do antigo Defender ficaram no passado e o modelo 2020 adota um conjunto quadrado, deixando a aparência mais robusta. 

 

Outro detalhe que chama a atenção é o capô reto (com placas de alumínio e uma leve bolha), além de um guincho na dianteira, arcos de rodas destacados e o que parecem ser as tradicionais janelas Alpine, mas quase escondidas na carroceria preta do Defender. O SUV aparenta ter um grande curso de suspensão, a julgar pelo gap na caixa de rodas, além de uma altura do solo generosa - ideal para o off-road mais pesado. 

No geral, o novo Defender traz o design antecipado pelo conceito DC100 há algum tempo, o que pode ser bom ou ruim dependendo se você é um fã do modelo apresentado em 2011. Enquanto aparenta ser mais sofisticado que o antigo, temos certeza que a Land Rover manteve muito da capacidade fora-de-estrada do clássico Defender. 

Não é uma surpresa ver o Defender 110 no set do filme, já que informações indicam que ele começará a ser vendido em outubro (com provável apresentação no Salão de Frankfurt, em setembro), com a versão menor, a 90, a ser lançada em março de 2020 e o maior, Defender 130, daqui a um ano. Este terá o entreeixos do 110, mas com maior comprimento no balanço traseiro, aumentando a capacidade de carga. 

Galeria: Land Rover Defender 2020 - Testes Cruz Vermelha